Busca avançada
Ano de início
Entree

Evaluation of inpiratory and expiratory muscles in respiratory diseases

Processo: 14/50458-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2014 - 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Convênio/Acordo: Imperial College, Reino Unido
Pesquisador responsável:Pedro Caruso
Beneficiário:Pedro Caruso
Pesq. responsável no exterior: Nick Hopkinson
Instituição no exterior: Imperial College London, Inglaterra
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/08947-9 - Avaliação da musculatura ventilatória INS e expiratória nas doenças respiratórias, AP.TEM
Assunto(s):Pneumologia  Músculos respiratórios  Cinemática  Respiração artificial  Doença pulmonar obstrutiva crônica  Fibrose pulmonar  Paralisia respiratória 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Medicina

Resumo

O estudo da cinemática da musculatura ventilatória (ins e expiratória) e suas repercussões funcionais e clinicas nas doenças respiratórias é de relevante contribuição científica. Enquanto o diafragma fica extremamente retificado na DPOC, o mesmo pode ter um encurtamento excessivo de suas fibras musculares na fibrose pulmonar. Os músculos ventilatórios terão também papel primordial em outras situações clínicas, como no desmame da ventilação mecânica e na paralisia do diafragma. Fazem-se, portanto, de extrema relevância científica a realização de investigações da mecânica respiratória, especificamente dos músculos ventilatórios, nas diversas doenças respiratórias. Considerando-se também a necessidade de centros de referência com tal enfoque em nosso país, propusemos o presente projeto composto por quatro estudos: (1) indivíduos com DPOC, (2) com fibrose pulmonar, (3) em desmame da ventilação mecânica, e (4) na paralisia diafragmática. Serão aplicadas técnicas diagnósticas de ponta, como estimulo eletromagnético máximo do nervo frênico, medida da pressão transdiafragmática, eletromiografia da musculatura ventilatória acessória, avaliação da sincronia dos sub- compartimentos torácicos durante os ciclos respiratórios, todos na condição de repouso e também durante um teste de esforço máximo cardiopulmonar. Temos por objetivo um melhor entendimento fisiopatológico e conseqüente delineamento de novas intervenções para as respectivas afecções respiratórias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)