Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Raiva em silvestres terrestres da região Nordeste do Brasil: epidemiologia molecular e detecção da resposta imune

Processo: 14/16333-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2015 - 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Silvana Regina Favoretto
Beneficiário:Silvana Regina Favoretto
Instituição-sede: Instituto Pasteur (IP). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Edison Luiz Durigon
Assunto(s):Animais silvestres  Sorologia  Vírus da raiva  Vírus Zika  Resposta imune  Epidemiologia molecular  Filogenia 

Resumo

Embora seja uma das zoonoses mais antigas conhecidas pelo homem, a raiva ainda se apresenta como um grande desafio em todo o mundo. A manutenção e a transmissão da enfermidade em espécies silvestres terrestres apresentam importância emergente no Brasil, e neste contexto a região Nordeste do país se apresenta como o melhor modelo para o estudo epidemiológico da raiva silvestre. Na região foram identificadas as duas variantes virais, responsáveis pelo acometimento de seres humanos, mantidas por silvestres terrestres e com registros anuais de casos nas espécies descritas como reservatório, em outras espécies silvestres e domésticas e inclusive casos em humanos. Estas variantes foram identificadas inicialmente no Estado do Ceará e até o momento encontram-se restritas a região Nordeste. O estudo será realizado por meio da caracterização antigênica e molecular de amostras do vírus isoladas de 14 municípios endêmicos para a raiva silvestre no Estado do Ceará e da detecção de anticorpos neutralizantes para o vírus em saguis (Callithrix jacchus) e cachorros-do-mato (Cerdocyon thous) provenientes do mesmo Estado utilizando diferentes técnicas sorológicas (Teste Rápido de Inibição de Foco de Fluorescência - RFFIT, Microteste Simplificado de Inibição da Fluorescência - SFIMT e o Teste de Soroneutralização em Células - FAVN). O objetivo deste projeto é a análise das informações laboratoriais obtidas em conjunto com os dados da Vigilância Epidemiológica de área endêmica do Estado do Ceará, com o intuito de fornecer informações que permitam a padronização e adoção de medidas eficientes de prevenção e controle da raiva silvestre em todo o país. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
Macacos com zika 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FAVORETTO, SILVANA R.; ARAUJO, DANIELLE B.; DUARTE, NAYLE F. H.; OLIVEIRA, DANIELLE B. L.; DA CRUS, NATHALIA G.; MESQUITA, FLAVIO; LEAL, FABYANO; MACHADO, RAFAEL R. G.; GAIO, FERNANDA; OLIVEIRA, WALBER F.; ZANOTTO, PAOLO M. A.; DURIGON, EDISON L. Zika Virus in Peridomestic Neotropical Primates, Northeast Brazil. ECOHEALTH, v. 16, n. 1, p. 61-69, MAR 2019. Citações Web of Science: 0.
OLIVEIRA, DANIELLE B. L.; DURIGON, GIULIANA S.; MENDES, ERICA A.; LADNER, JASON T.; ANDREATA-SANTOS, ROBERT; ARAUJO, DANIELLE B.; BOTOSSO, VIVIANE F.; PAOLA, NICHOLAS D.; NETO, DANIEL F. L.; CUNHA, MARIELTON P.; BRACONI, CARLA T.; ALVES, RUBENS P. S.; JESUS, MONICA R.; PEREIRA, LENNON R.; MELO, STELLA R.; MESQUITA, FLAVIO S.; SILVEIRA, VANESSA B.; THOMAZELLI, LUCIANO M.; FAVORETTO, SILVANA R.; ALMONFREY, FRANCIANE B.; ABDULKADER, REGINA C. R. M.; GABRILI, JOEL M.; TAMBOURGI, DENISE V.; OLIVEIRA, SERGIO F.; PRIETO, KARLA; WILEY, MICHAEL R.; FERREIRA, LUIS C. S.; SILVA, MARCOS V.; PALACIOS, GUSTAVO F.; ZANOTTO, PAOLO M. A.; DURIGON, EDISON L. Persistence and Intra-Host Genetic Evolution of Zika Virus Infection in Symptomatic Adults: A Special View in the Male Reproductive System. Viruses-Basel, v. 10, n. 11 NOV 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.