Busca avançada
Ano de início
Entree

Aromatizante natural de Mhenta l. com liberação duradoura para prolongamento de sabor

Processo: 14/50635-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de abril de 2015 - 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Bruna Thaise Rodrigues Rhein
Beneficiário:Bruna Thaise Rodrigues Rhein
Empresa:Nanomed Nanotecnologia em Saúde e Bem-Estar Ltda
Município: São Carlos
Auxílios(s) vinculado(s):16/50215-1 - Aromatizante natural de Mentha L. com liberação duradoura para prolongamento de sabor, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):15/16713-1 - Aromatizante natural de Mhenta L. com liberação duradoura para prolongamento de sabor, BP.TT
15/04752-2 - Aromatizante natural de Mhenta L. com liberação duradoura para prolongamento de sabor, BP.PIPE
Assunto(s):Nanopartículas  Nanotecnologia  Produtos naturais  Aromatizantes 

Resumo

O presente projeto tem como objetivo desenvolver e caracterizar nanopartículas poliméricas contendo aromatizante natural extraído da Mentha L., muito usado na indústria de alimentos e medicamentos. Por meio do processo de nanoencapsulação espera-se obter uma liberação sustentada deste ativo, além de aumentar a estabilidade dos mesmos, diminuindo a perda no processo de produção. A escolha deste aromatizante se dá primeiramente devido a permissão do órgão regulamentador (Anvisa) para o uso de óleo essencial de Mentha L. como aroma natural, e ainda pelo uso intenso do mesmo para aromatizar. Atualmente no Brasil, não há comercialização de aromatizantes em sistemas nanoestruturados, e principalmente de aromatizantes naturais nanoencapsulados. Ressaltamos que o projeto já possui resultados referentes às etapas de prospecção de um possível aromatizante obtido por outra fonte natural, composto por matérias-primas naturais como óleos essenciais em escala nanométrica, já conhecidos por suas propriedades flavorizantes, conferindo aroma e sabor. Este nanossistema está em fase de desenvolvimento a partir de nanopartículas poliméricas biodegradáveis e polissacarídeo, sendo seguro para a ingestão. O uso de substâncias naturais e de baixa toxicidade é uma alternativa viável para aromatizar alimentos, medicamentos e ambientes. Dessa forma, o presente projeto prevê o desenvolvimento de sistemas nanoestruturados de aromatizante de origem natural, e assim, oferecer às indústrias e empresas produtoras do setor um insumo nanotecnológico nacional com ampla aplicabilidade. Isto consiste em oferecer uma matéria-prima eficaz, segura e certificada que possa ser empregada facilmente, com segurança e estabilidade garantida. (AU)