Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Inibição de metaloproteinases de mamíferos e de venenos de serpentes pelo pró-domínio recombinante da jararagina e seus fragmentos peptídicos

Processo: 14/26058-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2015 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Ana Maria Moura da Silva
Beneficiário:Ana Maria Moura da Silva
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Geraldo Santana Magalhães ; Patricia Bianca Clissa
Assunto(s):Toxicologia  Inibidores  Venenos  Venenos de origem animal  Serpentes  Metaloproteinases  Inflamação  Hemorragia 

Resumo

Metaloproteinases são enzimas com funções essenciais para a homeostase em diferentes seres vivos. Entre estas, as MMPs (Matrix Metalloproteinases) e ADAMs (A Disintegrin And Metalloproteinase) que estão envolvidas em uma grande variedade de processos biológicos como proliferação e diferenciação celular, e processos patológicos associados com a metástase de tumores, inflamação, degeneração de tecidos, e morte celular. SVMPs (Snake Venom Metalloproteinases) são enzimas classificadas na mesma família de MMPs e ADAMs e abundantes em venenos de serpentes e responsáveis pela maioria dos sintomas locais e sistêmicos do envenenamento humano. Por essa razão, a busca de inibidores eficientes para essas enzimas tem sido intensa nos últimos anos resultando em diferentes compostos com ação terapêutica. As MMPs, ADAMs e SVMPs são sintetizadas como zimogênios e a ativação dessas enzimas é regulada por meio de hidrólise de seus pró-domínios que mantêm a latência das enzimas antes da clivagem. Em estudos recentes realizados pelo nosso grupo, verificamos que o pró-domínio das SVMPs é hidrolisado rapidamente logo após a secreção das enzimas em peptídeos já encontrados no peptidoma do veneno. Neste projeto temos como objetivo avaliar a inibição da atividade catalítica de SVMPs, MMPs e ADAMs pelo pró-domínio recombinante da jararagina e seus peptídeos de degradação natural. A aplicabilidade potencial desses peptídeos será avaliada quanto à inibição dos principais efeitos do envenenamento botrópicos e da liberação de mediadores inflamatórios induzida pelo veneno ou por agentes inflamatórios. Estes resultados poderão contribuir no desenvolvimento de inibidores específicos de aplicações na terapia do acidente ofídico ou doenças inflamatórias. (AU)

Publicações científicas (8)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMAZONAS, DIANA R.; PORTES-JUNIOR, JOSE A.; NISHIYAMA-JR, MILTON Y.; NICOLAU, CAROLINA A.; CHALKIDIS, HIPOCRATES M.; MOURAO, V, ROSA H.; GRAZZIOTIN, FELIPE G.; ROKYTA, DARIN R.; LISLE GIBBS, H.; VALENTE, RICHARD H.; JUNQUEIRA-DE-AZEVEDO, INACIO L. M.; MOURA-DA-SILVA, ANA M. Molecular mechanisms underlying intraspecific variation in snake venom. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 181, p. 60-72, JUN 15 2018. Citações Web of Science: 13.
VALENTE, RICHARD HEMMI; LUNA, MILENE SCHMIDT; DE OLIVEIRA, URSULA CASTRO; NISHIYAMA-JUNIOR, MILTON YUTAKA; JUNQUEIRA-DE-AZEVEDO, INACIO DE LOIOLA; PORTES-JUNIOR, JOSE ANTONIO; CLISSA, PATRICIA BIANCA; VIANA, LUCIANA GODOY; SANCHES, LEONARDO; MOURA-DA-SILVA, ANA MARIA; PERALES, JONAS; YAMANOUYE, NORMA. Bothrops jararaca accessory venom gland is an ancillary source of toxins to the snake. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 177, p. 137-147, APR 15 2018. Citações Web of Science: 0.
FREITAS-DE-SOUSA, LUCIANA APARECIDA; COLOMBINI, MONICA; LOPES-FERREIRA, MONICA; SERRANO, SOLANGE M. T.; MOURA-DA-SILVA, ANA MARIA. Insights into the Mechanisms Involved in Strong Hemorrhage and Dermonecrosis Induced by Atroxlysin-Ia, a PI-Class Snake Venom Metalloproteinase. TOXINS, v. 9, n. 8 AUG 2017. Citações Web of Science: 10.
SOUSA, LEIJIANE F.; PORTES-JUNIOR, JOSE A.; NICOLAU, CAROLINA A.; BERNARDONI, JULIANA L.; NISHIYAMA-, JR., MILTON Y.; AMAZONAS, DIANA R.; FREITAS-DE-SOUSA, LUCIANA A.; MOURAO, ROSA H. V.; CHALKIDIS, HIPOCRATES M.; VALENTE, RICHARD H.; MOURA-DA-SILVA, ANA M. Functional proteomic analyses of Bothrops atrox venom reveals phenotypes associated with habitat variation in the Amazon. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 159, p. 32-46, APR 21 2017. Citações Web of Science: 15.
KNITTEL, PALOMA S.; LONG, PAUL F.; BRAMMALL, LUCAS; MARQUES, ANTONIO C.; ALMEIDA, MICHELLE T.; PADILLA, GABRIEL; MOURA-DA-SILVA, ANA M. Characterising the enzymatic profile of crude tentacle extracts from the South Atlantic jellyfish Olindias sambaquiensis (Cnidaria: Hydrozoa). Toxicon, v. 119, p. 1-7, SEP 1 2016. Citações Web of Science: 10.
MOURA-DA-SILVA, ANA M.; ALMEIDA, MICHELLE T.; PORTES-JUNIOR, JOSE A.; NICOLAU, CAROLINA A.; GOMES-NETO, FRANCISCO; VALENTE, RICHARD H. Processing of Snake Venom Metalloproteinases: Generation of Toxin Diversity and Enzyme Inactivation. TOXINS, v. 8, n. 6 JUN 2016. Citações Web of Science: 10.
FREITAS-DE-SOUSA, L. A.; AMAZONAS, D. R.; SOUSA, L. F.; SANT'ANNA, S. S.; NISHIYAMA, JR., M. Y.; SERRANO, S. M. T.; JUNQUEIRA-DE-AZEVEDO, I. L. M.; CHALKIDIS, H. M.; MOURA-DA-SILVA, A. M.; MOURAO, R. H. V. Comparison of venoms from wild and long-term captive Bothrops atrox snakes and characterization of Batroxrhagin, the predominant class PIII metalloproteinase from the venom of this species. Biochimie, v. 118, p. 60-70, NOV 2015. Citações Web of Science: 25.
LIMA-DOS-SANTOS, I.; DELLA-CASA, M. S.; PORTES-JUNIOR, J. A.; CALABRIA, P. A. L.; MAGALHAES, G. S.; MOURA-DA-SILVA, A. M. Characterization of Neuwiedin, a new disintegrin from Bothrops neuwiedi venom gland with distinct cysteine pattern. Toxicon, v. 104, p. 57-64, SEP 15 2015. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.