Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos mecanismos envolvidos na permeabilidade de fármacos antirretrovirais por meio do modelo de perfusão in situ em ratos

Resumo

A biodisponibilidade de um fármaco é o fator determinante da eficácia clínica e depende principalmente das etapas de liberação da substância ativa a partir da forma farmacêutica e de sua absorção. Assim, o controle da extensão e da velocidade de absorção de um fármaco administrado por via oral depende basicamente de dois aspectos: solubilidade nos líquidos fisiológicos e permeabilidade através das membranas biológicas. Fundamentado nestas características, o Sistema de Classificação Biofarmacêutica (SCB) foi proposto com a finalidade de aplicação no desenvolvimento de novos fármacos, novas formulações e nos processos de bioisenção de medicamentos. Posteriormente, surgiu outra ferramenta de classificação de fármacos designada de SCBDF (Sistema de Classificação Biofarmacêutica de Disponibilidade de Fármacos), que considera as características de solubilidade e de metabolismo dos compostos. Nesse sentido, com o surgimento destas ferramentas de classificação biofarmacêutica (SCB e SCBDF) e suas amplas aplicabilidades na pesquisa e desenvolvimento de medicamentos, vários modelos para o estudo da permeabilidade de fármacos têm sido desenvolvidos, dentre os quais se destaca o modelo de perfusão in situ, que vem sendo cada vez mais empregado por ser um modelo que mais se aproxima das condições in vivo e permite avaliar e caracterizar os diferentes mecanismos envolvidos na permeabilidade dos fármacos, contemplando não somente aqueles que ocorrem por transporte passivo, mas também por transporte ativo, ou quando existem outros mecanismos envolvidos como metabolismo pré-sistêmico ou efluxo por meio de transportadores como a glicoproteína-P. Os mecanismos envolvidos na permeabilidade de fármacos antirretrovirais ainda não são totalmente esclarecidos e poucas informações são encontradas na literatura. Além disso, a biodisponibilidade de compostos como estavudina, lamivudina e zidovudina indica variabilidade nos processos de permeação. Diante do exposto, o objetivo do presente projeto é elucidar os mecanismos envolvidos na permeabilidade de fármacos antirretrovirais por meio do modelo de perfusão in situ, considerando os aspectos relacionados ao metabolismo pré-sistêmico nos enterócitos e efluxo destas substâncias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DEZANI, THAISA MARINHO; DEZANI, ANDRE BERSANI; COQUEMALA DA SILVA, MONICA MARIA; DOS REIS SERRA, CRISTINA HELENA. In Situ Intestinal Perfusion in Rodents: Future Perspectives for Application on Absorption Studies and Classification of Drugs. MINI-REVIEWS IN MEDICINAL CHEMISTRY, v. 17, n. 9, p. 746-757, 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.