Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo materno de dieta hiperlipídica e a modulação da via anti-inflamatória colinérgica na prole de camundongos

Resumo

O sistema imune inato é um dos principais componentes da barreira de defesa do corpo contra processos infecciosos. A reação de defesa necessita ser regulada a fim de evitar danos celulares e restaurar a homeostase. Isso ocorre através de uma resposta anti-inflamatória rápida, reversível e integrada com o sistema nervoso, conhecida como reflexo anti-inflamatório colinérgico. Esse circuito neural é responsável por converter sinais do cérebro para o baço, de maneira dependente da subunidade ±7 do receptor nicotínico de acetilcolina (±7nAChR). Quando a acetilcolina interage com ±7nAChR ativa uma cascata de proteínas que resulta na inibição do NFkB, diminuindo desta maneira a síntese e liberação de citocinas pró-inflamatórias. Esta via tem sido associado a redução dos efeitos de endotoxinas e reduzido quadro inflamatórIo em patologias tais como: Alzheimer, doença de Crohn e artrite reumatoide. Em indivíduos obesos a expressão de ±7nAChR está diminuída no tecido adiposo e a ativação da via anti-inflamatória colinérgica em camundongos melhora a resistência a insulina e a inflamação induzida pela obesidade. Adicionalmente a prole de mães obesas apresenta resposta inflamatória potencializada após desafio com LPS. Portanto, a hipótese de estudo é de que a obesidade materna possa promover a perda do ajuste fino da resposta inflamatória exercido pelo reflexo anti-inflamatório colinérgico. Esta alteração na sinalização pode contribuir para o aumento da ativação de vias inflamatórias que promovem os danos celulares associados a obesidade. Para testar esta hipótese a prole (28 dias de vida) de mães que consumiram dieta rica em gordura durante a gestação e lactação será investigada. A expressão de ±7nAChR e de componentes da via anti-inflamatória colinérgica, ativação da resposta inflamatória e o recrutamento e infiltração de macrófagos será analisada em tecidos como baço, hipotálamo, fígado e adiposo branco. Em seguida, para avaliar os efeitos da resposta exacerbada na contribuição dos danos metabólicos associados à obesidade, esses animais serão desafiados na fase adulta por moléculas que ativam a resposta pró-inflamatória. O papel da suplementação materna com uma mistura de ácidos graxos do tipo ômega-3, que são associados a efeitos anti-inflamatórios, será investigado para avaliar o efeito deste tipo de suplementação na prevenção de danos relacionados à obesidade materna. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE PAULA SIMINO, LAIS ANGELICA; DE FANTE, THAIS; FONTANA, MARINA FIGUEIREDO; BORGES, FERNANDA OLIVEIRA; TORSONI, MARCIO ALBERTO; MILANSKI, MARCIANE; VELLOSO, LICIO AUGUSTO; TORSONI, ADRIANA SOUZA. Lipid overload during gestation and lactation can independently alter lipid homeostasis in offspring and promote metabolic impairment after new challenge to high-fat diet. NUTRITION & METABOLISM, v. 14, FEB 20 2017. Citações Web of Science: 9.
PAYOLLA, TANYARA BALIANI; LEMES, SIMONE FERREIRA; DE FANTE, THAIS; REGINATO, ANDRESSA; DA SILVA, CRISTIANO MENDES; MICHELETTI, THAYANA DE OLIVEIRA; RODRIGUES, HOSANA GOMES; TORSONI, ADRIANA SOUZA; MILANSKI, MARCIANE; TORSONI, MARCIO ALBERTO. High-fat diet during pregnancy and lactation impairs the cholinergic anti-inflammatory pathway in the liver and white adipose tissue of mouse offspring. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 422, n. C, p. 192-202, FEB 15 2016. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.