Busca avançada
Ano de início
Entree

Instituições flexíveis melhoram a democracia? Uma análise comparativa das inovações de governança pública no Brasil e no Reino Unido

Processo: 14/50221-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2015 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política
Convênio/Acordo: University of Birmingham
Pesquisador responsável:Elizabeth Balbachevsky
Beneficiário:Elizabeth Balbachevsky
Pesq. responsável no exterior: Chris Skelcher
Instituição no exterior: University of Birmingham, Inglaterra
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50771-8 - Brasil, 25 anos de democracia: balanço crítico: políticas públicas, instituições, sociedade civil e cultura política (1988-2013), AP.TEM
Assunto(s):Democracia  Políticas públicas  Participação política  Sociedade civil  Estudo comparativo  Cooperação internacional  Brasil  Reino Unido 

Resumo

O NUPPs e o INLOGOV são reconhecidos internacionalmente pela qualidade acadêmica e relevância social do seu trabalho sobre as políticas públicas, governança e democracia. Esta proposta construirá uma plataforma sólida a partir da qual dois centros cooperarão para ampliar o alcance e o significado de suas pesquisas e influência sobre governos, sociedade civil e pesquisadores. Os proponentes agregam conhecimentos complementares na análise de inovações democráticas e na procura por soluções para problemas sociais, econômicos e culturais que envolvam a participação da sociedade. Os pesquisadores brasileiros e britânicos identificaram dois paradoxos contemporâneos sobre a democracia, e eles utilizarão as atividades de intercâmbio para desenvolver teorias e métodos para investigá-los, levando à produção substantiva de conhecimento. Os paradoxos são: a aceitação da democracia como forma de governo tornou-se um consenso quase universal, mas a avaliação pública do desempenho das instituições democráticas é cada vez mais negativa e marcada por desconfiança política e falta de vontade de participar. Segundo, os próprios políticos eleitos, a mídia e o discurso social, em última análise enquadram o poder executivo como responsável por políticas-públicas e sua implementação, mas, ao mesmo tempo, os políticos estão envolvidos na transferência de responsabilidades para as instituições participativas, comprometendo, assim, a democracia representativa, enfraquecendo a conexão entre o processo eleitoral e as decisões de políticas públicas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROMAO NETTO, JOSE VERISSIMO; ASSUMPCAO-RODRIGUES, MARTA MARIA. Skill formation, cultural policies, and institutional hybridity: Bridging the gap between politics and policies at federal and state levels in Brazil. COGENT SOCIAL SCIENCES, v. 3, n. 1 AUG 7 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.