Busca avançada
Ano de início
Entree

Indicadores comportamentais e fisiológicos do bem-estar de poedeiras em fase de produção alojadas em diferentes densidades e sua aplicação no sistema convencional

Processo: 14/22559-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2015 - 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Carla Cachoni Pizzolante
Beneficiário:Carla Cachoni Pizzolante
Instituição-sede: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Adroaldo Jose Zanella ; Beatrice Morrone Lima ; Claudia Cristina Paro de Paz ; Fábio Enrique Lemos Budiño ; Giane Serafim da Silva ; Hirasilva Borba ; Iran José Oliveira da Silva ; José Evandro de Moraes ; Lizandra Amoroso ; Luciandra Macedo de Toledo ; Márcia Inês Grapéggia Zanella ; Ricardo de Albuquerque ; Thiago Bernardino de Almeida
Assunto(s):Aves poedeiras  Ovo  Fisiologia animal  Comportamento animal  Bem-estar do animal  Viabilidade econômica 

Resumo

Objetiva-se com o presente trabalho, avaliar o bem-estar, o desempenho produtivo e econômico e a qualidade de ovos de poedeiras de linhagens comerciais brancas e marrons alojadas em diferentes densidades em gaiolas convencionais. No primeiro experimento serão utilizadas 900 poedeiras comerciais brancas de diferentes linhagens em início de postura, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado (DIC) em esquema fatorial 6x5 (seis linhagens e cinco densidades de alojamento) com seis repetições cada. No segundo experimento serão utilizadas 540 poedeiras marrons de diferentes linhagens em início de postura, distribuídas em DIC em esquema fatorial 5x4 (cinco linhagens e quatro densidades de alojamento) com 6 repetições cada. Para efeito da avaliação dos resultados, serão estabelecidos cinco períodos experimentais de 28 dias cada. Em ambos os experimentos serão avaliados os parâmetros de bem-estar das aves através de indicadores comportamentais, fisiológicos e imunológicos; para os índices produtivos serão avaliados o consumo de ração, conversão alimentar por quilo e por dúzia de ovos, massa de ovos, a percentagem de perda de ovos e viabilidade das aves. A qualidade físico-química dos ovos: gravidade específica, unidades Haugh, percentagens de gema, albúmen e casca, espessura da casca, resistência à quebra, coloração da gema, índice gema, pH do albúmen e da gema, sólidos totais do albúmen. A análise econômica será avaliada utilizando-se o índice nutricional bio-econômico e a análise estatística dos resultados será realizada através da Análise de Variância e o contraste entre médias de tratamentos quando significativos pelo teste de Tukey a 5%, com auxílio do pacote computacional SISVAR. De posse dos resultados, o presente estudo poderá indicar a melhor densidade de alojamento das aves no sistema convencional e o ponto de equilíbrio para a obtenção da melhor produtividade, rentabilidade e qualidade dos ovos, assegurando que o bem-estar das aves não seja comprometido, uma vez que o mercado consumidor exige o bem-estar animal como item importante de qualidade para aquisição de seus produtos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Mais espaço melhora o bem-estar e a produtividade de galinhas poedeiras 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.