Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores antioxidantes do colostro bovino na proteção celular

Resumo

Entre os componentes do colostro bovino, a elevada presença de fatores antioxidantes é determinante para a higidez do recém-nascido, colaborando com a superação do estresse oxidativo após o nascimento. Na piscicultura intensiva, o estresse decorrente de práticas comuns de manejo resulta em menor desempenho reprodutivo e maior susceptibilidade a doenças. Uma das principais consequências do estresse é a alteração da permeabilidade da barreira intestinal que determina aumento da absorção de substâncias indesejáveis do lúmen e a suplementação da dieta com elementos antioxidantes representa uma importante ferramenta para minimizar esta condição. Assim, este trabalho tem como objetivo determinar o potencial antioxidante do colostro bovino e a influência desta secreção láctea na proteção celular e função da barreira intestinal. Também será avaliada a contribuição do colostro para a superação de situações de estresse por espécies de peixes, utilizado o pacu como modelo, e consequente qualidade do pescado. Para determinar o potencial antioxidante do colostro bovino, a composição química, concentração de anticorpos (IgG), proteínas, antioxidantes enzimáticos e não enzimáticos e a capacidade de absorção dos radicais oxigenados serão analisadas no colostro de vacas mestiças Holandês e Jersey primíparas e multíparas. Respostas histofisiológicas serão avaliadas em juvenis de pacu (Piaractus mesopotamicus), sob elevada densidade de estocagem (20 kg peixe/m3), alimentados com quatro dietas contendo 0, 10, 20 e 30% de colostro bovino. Parâmetros hematológicos e bioquímicos, concentração de antioxidantes enzimáticos e a capacidade de absorção dos radicais oxigenados serão analisados em amostras de sangue. A concentração de enzimas antioxidantes, conteúdo protéico e de nucleotídeos, a peroxidação de lipídeos e a capacidade de absorção dos radicais oxigenados serão determinadas no tecido entérico, hepático, muscular, renal e branquial, bem como o glicogênio hepático. A proteção celular e função da barreira intestinal também serão analisadas no tecido entérico por microscopia óptica e eletrônica e western blotting. O filé dos juvenis de pacu será coletado para a análise da qualidade do pescado alimentado com colostro bovino, sendo determinados a composição química e a estabilidade físico-química da amostra. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PONTIN, MARIANA C. F.; NORDI, WIOLENE M.; PAMPOLINI, JESSICA; MACHADO-NETO, RAUL; MORETTI, DEBORA B. Protective effect of nutraceutical food on the intestinal mucosa of juvenile pacuPiaractus mesopotamicusunder high stocking density. AQUACULTURE INTERNATIONAL, v. 28, n. 5 JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
LEE, AEJIN; PONTIN, MARIANA C. F.; KOSMERL, ERICA; JIMENEZ-FLORES, RAFAEL; MORETTI, DEBORA B.; ZIOUZENKOVA, OULIANA. Assessment of adipogenic, antioxidant, and anti-inflammatory properties of whole and whey bovine colostrum. JOURNAL OF DAIRY SCIENCE, v. 102, n. 10, p. 8614-8621, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
MORETTI, DEBORA B.; NORDI, WIOLENE M.; MACHADO-NETO, RAUL. Redox balance and tissue development of juvenile Piaractus mesopotamicus subjected to high stocking density and fed dry diets containing nutraceutical food. Latin American Journal of Aquatic Research, v. 47, n. 3, p. 423-432, JUL 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.