Busca avançada
Ano de início
Entree

Cisticercose: imunodiagnóstico, antígenos, resposta imunológica e aspectos clínico-epidemiológicos

Processo: 02/12061-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2003 - 31 de março de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Adelaide José Vaz
Beneficiário:Adelaide José Vaz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:José Antonio Livramento
Bolsa(s) vinculada(s):03/10747-4 - Anticorpos monoclonais, antígenos purificados e recombinantes de T. crassiceps aplicados ao estudo da cisticercose humana e suína, BP.PD
Assunto(s):Neurocisticercose 

Resumo

A neurocisticercose (NC), doença causada pela presença de cisticercos de Taenia solium no sistema nervoso central e pela complexa interação parasita-hospedeiro, é a forma de apresentação da cisticercose humana mais estudada devido à gravidade dos sintomas e elevadas morbidade e letalidade. A prevalência da doença é variável, estando diretamente relacionada a fatores sócio-econômico-culturais e representando importante problema de saúde publica em países com condições sanitárias deficientes, bem como em países industrializados que recebem imigrantes de áreas onde o complexo teníase-cisticercose tem caráter endêmico. O diagnóstico da NC é baseado em critérios clínicos, epidemiológicos e laboratoriais. Os métodos imunodiagnósticos, especialmente os ensaios imunoenzimáticos, empregando diferentes preparações antigênicas, representam ferramenta de grande utilidade e de custo acessível, que podem ser aplicados no diagnóstico e em estudos epidemiológicos. A obtenção de antígenos recombinantes e peptídeos sintéticos pode ser a solução para a fonte de antígenos e implementar a eficiência dos testes diagnósticos, interferindo nos índices de sensibilidade e especificidade, especialmente quando esses testes são aplicados em amostras de soros humanos e suínos. Ainda são consideradas áreas de contínuo interesse na investigação da NC: estudos abordando os mecanismos humorais e celulares envolvidos nos fenômenos imunobiológicos da relação parasita-hospedeiro durante as fases evolutivas do cisticerco e a validação de métodos imunológicos utilizando amostras de soro e antígenos que possam ser purificados, específicos e quantidade para aplicação em larga escala. Para melhor compreensão dos fenômenos imunobiológicos da relação parasita-hospedeiro e visando contribuir para elucidação dos mecanismos relacionados com as diferentes fases de evolução da patologia, os objetivos deste projeto são: estudar aspectos relacionados ao diagnóstico clínico-laboratorial, aspectos relativos à resposta imunológica celular e humoral envolvidos nos fenômenos dessa complexa relação parasita-hospedeiro, bem como dar continuidade à implementação dos estudos imunoquímicos de frações antigênicas na nossa linha de pesquisa.Para alcançarmos os objetivos deste estudo, propomos a produção e caracterização de anticorpos monoclonais; a produção e utilização de antígenos de excreção/secreção, purificados e recombinantes de cisticercos de T. crassiceps e T. solium, peptídeos sintéticos; desenvolvimento, padronização e aplicação de testes imunológicos para pesquisa de antígenos e anticorpos em amostras biológicas de pacientes com neurocisticercose, de animais de experimentação e de suínos infectados; e análise correlacionando aspectos clínicos, dados de neuroimagem e dados de outros marcadores laboratoriais. Para o estudo dos mecanismos relacionados com a resposta imune local (sistema nervoso central) e sistêmica estaremos avaliando a produção de anticorpos e a liberação de antígenos, caracterizando as células de defesa envolvidas e produção de citocinas em soro e LCR de pacientes com neurocisticercose. Como resultado deste projeto pretendemos implementar de forma sólida no Laboratório de Imunologia Clínica da FCF/USP a linha de pesquisa cisticercose iniciada em 1994; estabelecer e fortalecer a cooperação técnico-científica entre os pesquisadores das instituições envolvidas; a formação de recursos humanos nas Unidades participantes envolvendo alunos de graduação (iniciação científica), aperfeiçoamento e de pós-graduação, Mestrado e Doutorado e pós-doutorado; e a consecução dos objetivos específicos do projeto: obtenção e utilização de antígenos de excreção/secreção; purificação e caracterização de frações antigênicas por imunoafinidade; seqüenciamento dos peptídeos imunodominantes; obtenção de antígenos recombinantes; utilização de anticorpos monoclonais pesquisa e caracterização de antígenos na cisticercose humana e animal; desenvolvimento de testes rápidos para detecção de antígenos de cisticercos em LCR e de tênia em fezes humanas; desenvolvimento de testes rápidos de detecção de anticorpos; identificação de peptídeos responsáveis por resposta humoral de alta avidez; obtenção de dados soro-epidemiológicos em soros humanos e de suínos; seguimento de pacientes ao longo da evolução natural da doença, utilizando marcadores de imunidade celular e humoral, bem como a pesquisa de antígenos de cisticercos; e estudos de imunogenicidade em modelo experimental (camundongos-cisticercos de T. crassiceps). (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, MARCIA R. M.; UYHARA, CIBELE N. S.; SILVA, FLAVIO H.; ESPINDOLA, NOELI M.; POLETI, MIRELE D.; VAZ, ADELAIDE J.; MEIRELLES, FLAVIO V.; MAIA, ANTONIO A. M. Cysticercosis in experimentally and naturally infected pigs: Parasitological and immunological diagnosis. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 32, n. 4, p. 297-302, APR 2012. Citações Web of Science: 7.
PERALTA, REGINA H.; ESPINDOLA, NOELI M.; PARDINI, ALESSANDRA X.; IHA, ALBERTO H.; MOURA, HERCULES; BARR, JOHN R.; VAZ, ADELAIDE J.; PERALTA, JOSE M. Taenia crassiceps cysticerci: Characterization of the 14-kDa glycoprotein with homologies to antigens from Taenia solium cysticerci. Experimental Parasitology, v. 124, n. 3, p. 295-300, MAR 2010. Citações Web of Science: 8.
ANDRÉIA BARTACHINI GOMES; KILLARNEY ATAÍDE SOARES; EDNÉIA CASAGRANDE BUENO; NOELI MARIA ESPINDOLA; ALBERTO HIROSHI IHA; ANTÔNIO AUGUSTO MENDES MAIA; REGINA HELENA SARAMARGO PERALTA; ADELAIDE JOSÉ VAZ. Comparative evaluation of different immunoassays for the detection of Taenia solium cysticercosis in swine with low parasite burden. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, v. 102, n. 6, p. 725-731, Set. 2007.
MARIA M.I. ISHIDA; REGINA HELENA S. PERALTA; JOSÉ. A. LIVRAMENTO; SUMIE HOSHINO-SHIMIZU; JOSÉ M. PERALTA; ADELAIDE J. VAZ. Serodiagnosis of neurocysticercosis in patients with epileptic seizure using ELISA and immunoblot assay. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 48, n. 6, p. -, Dez. 2006.
DA SILVA‚ M.R.M.; MAIA‚ A.A.M.; ESPÍNDOLA‚ N.M.; MACHADO‚ L.R.; VAZ‚ A.J.; HENRIQUE-SILVA‚ F. Recombinant expression of Taenia solium TS14 antigen and its utilization for immunodiagnosis of neurocysticercosis. Acta Tropica, v. 100, n. 3, p. 192-198, 2006.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.