Busca avançada
Ano de início
Entree

O reconhecimento dos bens culturais: método, inventários e repercussões normativas

Processo: 15/01213-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 26 de maio de 2015 - 28 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Monica Junqueira de Camargo
Beneficiário:Monica Junqueira de Camargo
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Inventário 

Resumo

Trata-se de seminário de discussões com participação de conferencistas convidados, com intuito de discutir questões envolvidas no reconhecimento de bens culturais, seu registro, e repercussões normativas, de modo inter-relacionado. Não há a pretensão exaurir a questão, mas pontuar temas, que transparecem na estrutura do seminário, para evidenciar diversas formas de aproximação em distintas realidades culturais, hoje.O seminário será estruturado em 3 tardes, com 5h de trabalho cada; 3 apresentações seguidas de debate (1h30), conduzido por moderador.Esperam-se c. 150 inscritos. A primeira mesa, "O reconhecimento dos bens culturais e sua implicação nas práticas de preservação" é voltada à análise de diversas formas de identificação dos bens culturais e os instrumentos normativos disponíveis em realidades culturais distintas. Klein, "Arquitetura moderna na França: perspectivas de reconhecimento e tutela"; Rodrigues, "Proteção de bens culturais em São Paulo: concepções e práticas"; Lee, "Patrimônio Urbano do México-DF: coincidências e disparidades no reconhecimento de áreas de valor patrimonial".Na segunda mesa, "Práticas de inventários arquitetônicos: métodos, desafios, perspectivas", serão analisados três sistemas de inventário e suas repercussões normativas. Moro (ou Negri), "O inventário na Itália: o sistema do Catálogo nacional dos bens culturais"; Guia, "O Sistema Integrado de Conhecimento e Gestão"; Noé, "A inventoriação do patrimônio arquitetônico em Portugal: o SIPA".A terceira mesa, "Propostas de documentação e inventário: a problematização de experiências", será voltada a experiências paulistas de estudos sistemáticos por temas ou por território, em estudos recentes ou em andamento. Ungaretti e Caporrino, "Os centros de tratamento de hanseníase em São Paulo"; Boghosian, Fontenele, Camargo, "O patrimônio da USP; arquitetura neocolonial, o inventário SEF, a pesquisa PAGE"; Rufinoni, "O registro e documentação do patrimônio industrial no Brás e na Mooca." (AU)