Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do estroma reativo prostático após a orquiectomia bilateral e posterior inibição da atividade da aromatase pela crisina e inibição da atividade da 5-alfa-redutase pela finasterida

Processo: 14/26660-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2015 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Sebastião Roberto Taboga
Beneficiário:Sebastião Roberto Taboga
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Fernanda Cristina Alcantara dos Santos ; Luis Octávio Regasini ; Patricia Simone Leite Vilamaior ; Rejane Maira Góes
Bolsa(s) vinculada(s):15/08795-8 - Plano de atividades para a Bolsista TT-3 - estudo do estroma reativo prostático após a orquiectomia bilateral e posterior inibição da atividade da aromatase pela crisina e inibição da atividade da 5-alfa-redutase pela finasterida, BP.TT
Assunto(s):Próstata  Orquiectomia  Matriz extracelular  Células estromais  Imuno-histoquímica 

Resumo

A reação estromal é um fenômeno bem conhecido na histopatologia pois envolve processos celulares e múltiplas proteínas e sinalizadores de matriz extracelular que proporcionam uma resposta do tecido conjuntivo à uma agressão epitelial, principalmente as alterações neoplásicas e inflamatórias. Embora seja bem conhecido os processos que levam à formação do estroma reativo, na próstata ainda restam muitas questões a cerca desse fenômeno, assim o presente projeto tem como objetivo principal identificar, quantificar e caracterizar, as células estromais bem como os principais elementos de matriz extracelular associados ao estroma reativo prostático em gerbilos, submetidos a diferentes formas de ablação androgênica e bloqueio das enzimas 5±-r e Aro. Para o alcance dos objetivos, serão empregados ensaios experimentais in vivo com gerbilos machos adultos e senis. Nosso desenho experimental consiste, em linhas gerais, na avaliação dos efeitos da crisina (inibidor da enzima aromatase) e da finasterida (inibidor da enzima 5-alfa-redutase) aplicadas em animais adultos previamente castrados e não castrados, em tempos distintos de 1, 4 e 72 semanas de tratamento experimental. Para avaliação das interações celulares e extracelulares serão empregados recursos de imunohistoquímica e imunofluorescência para marcadores específicos de células e de moléculas da matriz extracelular. As análises serão feitas em microscopias de luz, confocal à laser e eletrônica de transmissão. Os resultados que se espera dessa pesquisa deverão proporcionar um melhor entendimento das relações entre as células envolvidas na gênese e dinâmica do estroma reativo e correlacioná-las com o ambiente extracelular que as mantém nesse processo histopatológico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FELISBINO, SERGIO LUIS; AZEVEDO SANCHES, BRUNO DOMINGOS; DELELLA, FLAVIA KARINA; SCARANO, WELLERSON RODRIGO; ALCANTARA DOS SANTOS, FERNANDA CRISTINA; LEITE VILAMAIOR, PATRICIA SIMONE; TABOGA, SEBASTIAO ROBERTO; JUSTULIN, LUIS ANTONIO. Prostate telocytes change their phenotype in response to castration or testosterone replacement. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, MAR 6 2019. Citações Web of Science: 0.
QUINTAR, AMADO A.; GONCALVES, BIANCA F.; TABOGA, SEBASTIAO R.; MALDONADO, CRISTINA A. The mongolian gerbil (Meriones unguiculatus) as a model for inflammation-promoted prostate carcinogenesis. Cell Biology International, v. 41, n. 11, SI, p. 1234-1238, NOV 2017. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.