Busca avançada
Ano de início
Entree

Geotecnologias no mapeamento digital pedológico detalhado e biblioteca espectral de solos do Brasil: desenvolvimento e aplicações

Processo: 14/22262-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de maio de 2015 - 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:José Alexandre Melo Demattê
Beneficiário:José Alexandre Melo Demattê
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Pesq. associados: Carlos Alberto Nobre Quesada ; Cristine Lois Smith Morgan ; Éder de Souza Martins ; Eyal Ben Dor ; Fabrício da Silva Terra ; Igo Fernando Lepsch ; Leonardo Ramirez Lopez ; Marcos Rafael Nanni ; Marilusa Pinto Coelholacerda ; Osmar Abílio de Carvalho Júnior ; Peterson Ricardo Fiorio ; Raphael Armando Viscarra Rossel
Bolsa(s) vinculada(s):18/12532-0 - Propriedades intrínsecas do solo relacionadas à cor adquirida por espectroscopia Sentinel e nanosatélite e sua implicação com a massa de cana-de-açúcar: uma nova abordagem no mapeamento digital do solo, BP.IC
18/12678-5 - Espectroscopia terrestre, orbital e relevo mediadas pelo sistema random forest Kriging no mapeamento de solos via pedo-transferência do Estado de São Paulo, BP.PD
18/09656-0 - Relação entre degradação do solo e classes de solo avaliados por imagens Landsat (Vis-Nir-Swir-Tir) durante 27 anos, derivado do clima e modelo digital de elevação, de modo a auxiliar no mapeamento digital de solos, BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 17/03207-6 - Geotecnologias no mapeamento digital pedológico detalhado e biblioteca espectral de solos do Brasil: desenvolvimento e aplicações, BP.PD
16/26124-6 - Pedologia de precisão: caracterização e mapeamento de solos em tempo real por geotecnologias, BP.DD
16/26176-6 - Variabilidade de solos do Brasil sob a perspectiva de uma biblioteca espectral nas faixas do visível-infravermelho e infravermelho médio, BP.DD
16/01597-9 - Pedotransferência por geotecnologias associada à fotopedologia com vistas ao mapeamento pedológico de áreas agrícolas do estado de São Paulo, BP.DD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Espectroscopia  Pedologia  Sensoriamento remoto  Mapeamento do solo 

Resumo

O presente projeto visa atuar em várias frentes no conhecimento da caracterização e distribuição espacial dos solos através das geotecnologias nos níveis laboratório, terrestre em plataforma pontual e contínua, aérea e orbital. O projeto é composto por subprojetos que ao final se integram em dois produtos. São eles: 1.Biblioteca espectral de solos do Brasil; 2.Imagens de satélite no mapeamento detalhado de solos; 3.Geotecnologia integrada no mapeamento de solos in-situ; 4.Análise estratigráfica na espacialização de solos; 5.Geotecnologia no mapeamento digital de solos. Inicialmente visa-se a implementação de uma biblioteca espectral de solos do Brasil. Serão obtidos e organizados espectros de reflectância de solos do máximo de regiões possíveis. Objetiva-se montar um banco de dados com padrões de solos via espectro que possam ser acessados pela comunidade e com isso implementar a sua utilização em futuros levantamentos de solos. O segundo tema trata do desenvolvimento de um mapa de solos detalhado por meio de geotecnologias, numa importante região, a de Piracicaba, SP. Para tanto, serão realizados vários subprojetos. Um deles será o de compartimentar as principais regiões fisiográficas pelos aspectos geológicos (estratigrafia) e geomorfológicos ( superfícies geomórficas). Também será montado um mosaico com imagens de satélite corrigidas para reflectância objetivando observar a superfície do solo quando exposto (p. ex.: logo após preparo do solo com aração). Toda a região será sobrevoada por um sensor aéreo hiperespectral com 620 bandas, que permitirá relacionar as características espectrais dos solos via imagem de maneira mais detalhada. Trabalhos de fotopedologia em software 3D para avaliação estratigráfica humana serão realizados. Dentro dos diferentes compartimentos fisiográficos, serão alocados várias transeções, na forma de faixas do terreno que englobem todas as unidades de paisagem regionais, desde divisores de água até os canais de drenagem; nessas faixas os solos serão delimitados por processos convencionais e prospecções será feitas para coleta de amostras de horizontes dos solos. As amostras de terra serão analisadas em laboratório e por sensor obtendo-se um banco de dados espectrais (BDE). Com o BDE, mais todas as camadas de informações, serão escolhidas três áreas piloto. Esta área será sobrevoada por um VANT com câmera infravermelha e Lidar como base de informação detalhada adicional. Na área será realizado um trabalho minucioso de campo através de geotecnologias com equipamentos geotecnológicos (espectroradiômetro de campo, colorímetros, GPS, condutivímetro, susceptibilidade magnética, gamaespectrômetro, radar, computadores e sistemas de informação geográficos), com equipamento de avaliação pontual. Tais equipamentos darão apoio à decisão do pedólogo nas interpretações e mapeamento de solos in-situ em tempo real. Somados todos os conhecimentos adquiridos, a metodologia será aplicada na grande região a ser mapeada num nível detalhado, e baseado num misto de tradicional e geotecnológico. Com este projeto, espera-se ter como resultado dois produtos: uma biblioteca espectral de solos disponível ao público e um mapa de solos detalhado, a nível de séries de solo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Treinamento técnico em tecnologia da informação com bolsa da FAPESP 
Pós-doutorado em Ciência do Solo com bolsa da FAPESP 
Pós-doutorado em Geoprocessamento com Bolsa da FAPESP 
TT-3 e Iniciação Científica na Esalq com Bolsa da FAPESP 
Pós-Doutorado em Agronomia com bolsa da FAPESP 
Doutorado Direto em Mapeamento Digital de Solos na Esalq 
Região de Piracicaba ganhará mapa de solos  
Pós-Doutorado em Agronomia na Esalq