Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema para estudo do efeito da radiação solar natural e por simulador solar sobre os óculos de sol: uma contribuição para a Norma Brasileira NBR15111

Processo: 14/16938-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2015 - 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Engenharia Médica
Pesquisador responsável:Liliane Ventura Schiabel
Beneficiário:Liliane Ventura Schiabel
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Óculos de sol  Radiação solar  Raios ultravioleta  Normas técnicas  Qualidade do produto 

Resumo

Este projeto tem como objetivo principal realizar estudos em óculos de sol para contribuir com a nacionalização da norma brasileira NBR15111, sugerindo parâmetros mais adequados à realidade nacional. A primeira norma brasileira para proteção ultravioleta em óculos de sol, NBR15111, foi redigida e publicada em 2003. De 2010 a 2013, em contribuição à revisão e redação desta norma, a Escola de Engenharia de São Carlos (USP) participou, através da Profa. Dra. Liliane Ventura, do comitê CB49 e do comitê principal para alterações desta norma. Esta norma brasileira era até então uma cópia fiel (espelho) da norma Européia, BSEN1836, e a principal alteração, até o momento, foi referente à extensão do intervalo de análise da proteção ultravioleta em óculos de sol que, passou de 280 - 380nm para 280-400nm e o teste de resistência à irradiação passou de 25h para 50h. Isto foi baseado em resultados de estudo realizado no processo 2011/06079-2 da FAPESP e também da interação com profissionais que participam dos comitês de normas americanos, tais como Herbert Hoover pessoalmente e David Sliney (à distância), membros do comitê americano de normas para óculos de sol. Em estudos realizados no processo anterior da FAPESP - 2011/06079-2- onde um quiosque de auto atendimento ficou disponível ao público, das 879 medidas realizadas, 20% dos óculos estão com a proteção ultravioleta não conformes. Este número é bastante alto, conforme declarou o presidente do Sindióptica - Sr. Luis Alberto Perez. Este estudo resultou em artigo HIGHLY ACCESSED (http://www.biomedical-engineering-online.com/content/13/April/2014) e teve repercussão internacional, onde a rede de notícias BBC News fez uma reportagem, que foi ao ar por 3 vezes em Junho de 2014, e cujo link para a reportagem encontra-se em: http://www.bbc.com/news/health-28040792 ou www.sel.eesc.usp.br/lio/BBCNEWS. Também realizou uma segunda reportagem, que encontra-se no link: http://www.bbc.com/news/health-28452943. Pelos estudos realizados, há indicação que a proteção ultravioleta se degrada com o uso e exposição dos óculos solares à radiação ultravioleta natural. Assim, neste projeto será construído um protótipo para irradiação de lentes de óculos de sol, onde uma das lentes dos óculos será submetida ao simulador solar; a outra no protótipo. Este protótipo consiste de um painel com tampa, que deve abrigar 100 lentes, dispostas na posição de uso, vertical, onde serão irradiadas pelo sol desde o nascer até se pôr. A tampa será aberta automaticamente e deverá girar no sentido do sol, de forma que as lentes sejam sempre irradiadas pela frente e ortogonalmente. Sensores de umidade e de poeira (para dias chuvosos e/ou com queimadas de cana) serão instalados para fechar a tampa e proteger os óculos de intempéries indesejáveis, bem como uma câmera para visualização do painel durante todo o tempo. Um sensor para determinar o índice ultravioleta que as lentes estão sendo irradiadas será acoplado ao sistema e os dados registrados, bem como enviados a um painel que ficará em exposição ao público. O horário de exposição e o índice UV (a cada 10 s) serão automaticamente registrados, e a abertura ou fechamento automáticos da tampa também poderão ser interferidos por um site de controle, a partir de um PC. As lentes, antes de serem colocadas serão submetidas à espectroscopia, no intervalo de 280nm - 2000nm, nas 5 diferentes posições impostas pela norma e nas 3 diferentes temperaturas: 230C; 50C; 350C; bem como medidas de polarização das lentes; teste de flamabilidade e teste de resistência ao impacto. Apenas as conformes serão alvo do estudo. Todos estes testes serão novamente realizados após cada 30 dias de exposição solar. Ainda, o sistema para teste de flamabilidade será desenvolvido. Os estudos teóricos para cálculos das irradiações ulravioletas, com dados de irradiâncias já conhecidos e com inserção das condições de cada uma das localidades brasileiras mais populosas, serão também realizados neste trabalho. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Teste de qualidade de óculos de sol precisa ser revisto, aponta estudo 

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MASILI, MAURO; VENTURA, LILIANE. Local Tilt Optimization of Photovoltaic Solar Panels for Maximum Radiation Absorption. INTERNATIONAL JOURNAL OF PHOTOENERGY, v. 2019, NOV 14 2019. Citações Web of Science: 0.
MASILI, MAURO; DUARTE, FERNANDA OLIVEIRA; WHITE, CHRISTOPHER C.; VENTURA, LILIANE. Degradation of sunglasses filters after long-term irradiation within solar simulator. ENGINEERING FAILURE ANALYSIS, v. 103, p. 505-516, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
MAGRI, RENAN; MASILI, MAURO; DUARTE, FERNANDA OLIVEIRA; VENTURA, LILIANE. Building a resistance to ignition testing device for sunglasses and analysing data: a continuing study for sunglasses standards. BIOMEDICAL ENGINEERING ONLINE, v. 16, SEP 21 2017. Citações Web of Science: 2.
MASILI, MAURO; VENTURA, LILIANE. Equivalence between solar irradiance and solar simulators in aging tests of sunglasses. BIOMEDICAL ENGINEERING ONLINE, v. 15, AUG 26 2016. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.