Busca avançada
Ano de início
Entree

Redução das emissões em motores de ignição por centelha operando com gás natural

Processo: 93/00566-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de janeiro de 1994 - 31 de maio de 2001
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Engenharia Térmica
Pesquisador responsável:Francisco Emílio Baccaro Nigro
Beneficiário:Francisco Emílio Baccaro Nigro
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Tecnológicas S/A (IPT). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):00/02847-0 - Modelling of hydrocarbons formation and emission in gas engines., AR.EXT
95/01351-1 - Water injection to reduced nox emission in natural gas engines., AR.EXT
95/00110-0 - A dynamic model for fuel injection/ignition control of natural gas internal combustion engines., AR.BR
94/03048-1 - Consideracoes sobre abordagens de controle ao problema de reducao de emissoes em motores de combustao interna a gas natural., AR.BR
Assunto(s):Gás natural  Combustíveis  Veículos automotores 

Resumo

Apesar de existirem no mundo mais de 500.000 veículos rodando com gás natural somente recentemente sua tecnologia está evoluindo de forma a equiparar-se a outros combustíveis. No Brasil, como substituto de gasolina/álcool, o gás natural apresenta uma significativa vantagem econômica para veículos que rodam muito, sendo seu uso já consagrado, por exemplo, em taxis. Já como substituto do diesel, visando a redução da poluição dos grandes centros, sua utilização está sendo imposta compulsoriamente para ônibus urbanos. Sabidamente vantajoso na redução de material particulado (fumaça) em relação aos motores diesel, ainda são necessários cuidados para garantir que motores a gás operem de forma confiável e não aumentem a poluição de outros compostos, principalmente de óxidos de nitrogênio (NOx). Este projeto visa estudar importantes aspectos específicos do desenvolvimento de motores de ignição por centelha a gás natural para ônibus, que terão impacto na emissão de poluentes. A saber: - análise da influência da composição do gás natural no desempenho, consumo e emissões de poluentes; - avaliação de sistemas eletrônicos de injeção de gás e ignição da mistura combustível, incluindo identificação do sistema motor, para futuros desenvolvimentos de sistemas de gerenciamento e controle; - desenvolvimento de geometrias de câmaras de combustão mais favoráveis à queima de gás natural, pelo processo de queima pobre ("lean burn"); a abordagem científica desses aspectos, conjugando o desenvolvimento e aplicação de modelos de simulação da combustão e emissões com levantamentos experimentais em bancadas dinamométricas, deverá levar a uma redução das emissões de poluentes dos motores a gás natural existentes, sem prejuízo do desempenho e consumo de combustível. Acrescente-se que, a formação e capacitação de recursos humanos, em instituição pública, em área de interesse geral da população, como a de poluição atmosférica, é fundamental para assegurar futuras regulamentações que garantam a conservação consciente do meio ambiente. (AU)