Busca avançada
Ano de início
Entree

Compostos obtidos a partir de resíduos de laranja: contribuições da abordagem integrada de biorrefinaria para o desenvolvimento sustentável no Brasil

Processo: 14/50827-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2015 - 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Convênio/Acordo: CONFAP ; Newton Fund, com FAPESP como instituição parceira no Brasil ; EPSRC, UKRI
Pesquisador responsável:João Batista Fernandes
Beneficiário:João Batista Fernandes
Pesq. responsável no exterior: James H. Clark
Instituição no exterior: University of York, Inglaterra
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Química verde  Desenvolvimento sustentável  Biorrefinarias  Aproveitamento de subprodutos  Laranja 
Publicação FAPESP:https://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/fapesp_uk_S8Z64zb_82_82.pdf

Resumo

Há uma necessidade premente do uso otimizado de recursos renováveis para a produção primária e sistemas de processamento sustentáveis em todo o mundo. Neste contexto, a biorrefinaria integra instalações para a conversão de biomassa em vários produtos de valor agregado, para criar redes de zero-resíduos, utilizando uma variedade de matérias primas locais de reduzido valor e também, contribuindo significativamente para a bioeconomia. O principal objetivo deste projeto colaborativo é fortalecer a rede de pesquisa entre o Centro de Excelência em Química Verde (GCCE, York, Reino Unido) e do Grupo de Pesquisa em Produtos Naturais (GPPN, São Carlos, Brasil), em torno da valorização da cadeia citrícola brasileira baseada nos conceitos de biorefinaria e química verde. Avaliações técnico-econômicas e ambientais para a cadeia citrícola serão realizadas por meio de métodos desenvolvidos pelo grupo de economia verde do Instituto Ambiental Stockholm (SEI, York, Reino Unido) (por exemplo, Análise do Ciclo de Vida, ACV), compreendendo os impactos referentes às relações entre alimentos, energia, água, ambiente e sociedade. De acordo com dados prévios obtidos por ambos os grupos, existe um largo espectro de compostos extraíveis de resíduos de laranja com grandes aplicações possíveis no mercado (flavonoides, pectina, celulose, d-limoneno, a-terpineol, ceras, alcanos, açúcares, entre outros, que podem ser usados como aditivos de produtos de higiene pessoal, alimentícios e fragrâncias, cosméticos, nutracêuticos, biosolventes, biopolímeros e ingredientes ativos para controles de insetos), bem como um grande número de métodos e técnicas verdes que podem ser empregadas em processos de pequena (laboratório) e larga escalas. A abordagem integrada de biorrefinaria aplicada aos resíduos de cítricos necessita ser ainda melhor explorada e avançada, considerando as características econômicas, sociais e ambientais brasileiras. Neste projeto, os eventos (workshops, conferências, cursos, palestras e reuniões científicas) e as estadias para pesquisas de curta duração planejadas são de grande importância para construir colaborações de longo prazo entre os grupos GCCE e GPPN, que são considerados referências em suas áreas de especialização (como tecnologias verdes e valorização de resíduos no Reino Unido, bem como o desenvolvimento de alternativas verdes para promover agricultura sustentável no Brasil) e a criação de vínculos entre eles irá impactar significativamente as ações presentes e futuras, como propostas de pesquisa sobre exploração de resíduos de laranja, contribuindo para o desenvolvimento sustentável no Brasil. Esta iniciativa inovadora também permitirá a criação de um novo Centro de Excelência em Química Verde e Sustentabilidade com sede em São Carlos (SP), membro pleno da rede global de centros de Química Verde (G2C2), a fim de promover e aprofundar o diálogo entre o governo, academia e setores da indústria, auxiliando a compor uma comunidade científica para desenvolver pesquisas e atividades relacionadas de excelência em tópicos estratégicos no Brasil. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BELLETE, BARBARA S.; RAMIN, LUIZE Z.; PORTO, DEYVID; RIBEIRO, ALANY I.; FORIM, MOACIR R.; ZUIN, VANIA G.; FERNANDES, JOAO B.; SILVA, MARIA FATIMA G. F. An Environmentally Friendly Procedure to Obtain Flavonoids from Brazilian Citrus Waste. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 29, n. 5, p. 1123-1129, MAY 2018. Citações Web of Science: 2.
ZUIN, VANIA G.; RAMIN, LUIZE Z. Green and Sustainable Separation of Natural Products from Agro-Industrial Waste: Challenges, Potentialities, and Perspectives on Emerging Approaches. TOPICS IN CURRENT CHEMISTRY, v. 376, n. 1 FEB 2018. Citações Web of Science: 12.
ZUIN, VANIA G.; SEGATTO, MATEUS L.; RAMIN, LUIZE Z. Plants as resources for organic molecules: Facing the green and sustainable future today. CURRENT OPINION IN GREEN AND SUSTAINABLE CHEMISTRY, v. 9, n. SI, p. 1-7, FEB 2018. Citações Web of Science: 3.
EVELINE S. COSTA; BRUNO PERLATTI; EVERTON M. DA SILVA; ANDREIA P. MATOS; MARIA FÁTIMA G. F. DA SILVA; JOÃO B. FERNANDES; VÂNIA G. ZUIN; CAIO M. P. DA SILVA; MOACIR R. FORIM. Use of Lignins from Sugarcane Bagasse for Assembling Microparticles Loaded with Azadirachta indica Extracts for Use as Neem-Based Organic Insecticides. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 28, n. 1, p. 126-135, Jan. 2017. Citações Web of Science: 9.
ZUIN, VANIA G. Circularity in green chemical products, processes and services: Innovative routes based on integrated eco-design and solution systems. CURRENT OPINION IN GREEN AND SUSTAINABLE CHEMISTRY, v. 2, p. 40-44, OCT 2016. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.