Busca avançada
Ano de início
Entree

Ontogenia do capim-elefante e a influência do processo de desfolhação no alongamento de colmos em perfilhos basais e aéreos

Processo: 14/25644-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2015 - 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Sila Carneiro da Silva
Beneficiário:Sila Carneiro da Silva
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Lilian Elgalise Techio Pereira
Assunto(s):Morfogênese  Ecofisiologia vegetal  Plantas forrageiras  Capim elefante  Pastejo 

Resumo

O desenvolvimento morfológico de uma planta consiste em uma sequência de eventos interativos dentro de e entre fitômeros interligados, os quais determinam suas características morfogênicas. Nesse sentido, o processo de alongamento de colmos provavelmente está integrado a outros aspectos do crescimento e desenvolvimento da planta. Com o intuito de identificar descritores morfológicos (número de fitômeros acumulados na planta - Lk - ou IAF) que possam estar associados com o início do processo de alongamento de colmos, avaliar o efeito da desfolhação sobre a programação ontogênica da planta e se existem variações na velocidade ou fatores desencadeantes do processo de alongamento de colmos em perfilhos basais e aéreos, dois experimentos serão conduzidos utilizando um protocolo de plantas isoladas especificamente desenvolvido para essa finalidade. A espécie estudada será o Pennisetum purpureum Schum. cv. Napier (capim-elefante). O experimento 1 terá por objetivo caracterizar a regulação do alongamento de colmos em função do desenvolvimento ontogênico do capim-elefante em perfilhos basais e aéreos e suas variações ao longo do ano: verão (janeiro a março de 2015), outono (abril a junho de 2015) e primavera (outubro a dezembro de 2015). O experimento 2 terá por objetivo caracterizar o efeito da desfolhação sobre o desenvolvimento ontogênico e o alongamento de colmos do capim-elefante, e será desenvolvido de janeiro a março de 2016 (verão). Os tratamentos consistirão de três severidades de desfolhação (25, 50 e 75% de remoção do comprimento do pseudocolmo) mais o controle (ausência de desfolhação), e serão alocados às unidades experimentais segundo um delineamento de blocos completos casualizados, com quatro repetições. Cortes de avaliação serão realizados a cada vez que as plantas atingirem o valor Lk, definido no experimento 1. A partir deste experimento, espera-se compreender como se dá e quais são as características morfológicas envolvidas na modulação do processo de alongamento de colmos em gramíneas cespitosas. Essas informações são essenciais para a definição de estratégias de manejo do pastejo compatíveis com a plasticidade morfológica das plantas e capazes de maximizar a produção de forragem sem ameaçar a estabilidade da comunidade de plantas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, GUILHERME PORTES; DA SILVA, SILA CARNEIRO; ESCOBAR-GUTTIERREZ, ABRAHAM; LEMAIRE, GILLES; LOUARN, GAETAN. Stem elongation in Pennisetum purpureum results from a fixed pattern of vegetative development potentially enhanced by the initiation of flowering. GRASS AND FORAGE SCIENCE, v. 74, n. 4, p. 708-719, DEC 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.