Busca avançada
Ano de início
Entree

Perspectivas da arqueologia provincial romana no Brasil: pesquisas do LARP

Processo: 15/00912-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de junho de 2015 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Histórica
Pesquisador responsável:Maria Isabel D'Agostino Fleming
Beneficiário:Maria Isabel D'Agostino Fleming
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ciberarqueologia  Arqueologia romana 

Resumo

Este livro apresenta uma parte das atividades do Laboratório de Arqueologia Romana Provincial-LARP (apoio FAPESP 2011/51184-9) referente à criação de textos coletivos como resultados de interação de pesquisas em torno de temas propostos no projeto. Na primeira parte, os três primeiros capítulos tratam dos temas de Urbanização e Ambiente Construído; Religião e Práticas Mortuárias; Economia e Tecnologia. O capítulo 1, Urbanização e Território nas províncias da Hispânia Romana: discutindo conceitos, analisa como, através do registro material, pode-se chegar a um quadro mais efetivo dos possíveis padrões de ocupação romana nos territórios conquistados. Discute os conceitos de território e urbanização em duas vertentes principais: flexibilização e padronização. Esta temática envolve as transformações na urbanização pré e pós-romanização na Península Ibérica refletidas nas formas espaciais e arquitetônicas em suas múltiplas funções políticas, econômicas, sociais, culturais, religiosas, de lazer e entretenimento. Por sua vez, a investigação do urbanismo pelo viés numismático revela as diferentes estratégias políticas de diálogo entre Roma e províncias através da emissão, circulação e iconografia monetária. O capítulo 2, Religião e Práticas Mortuárias no Império Romano, discute duas das atuais grandes tendências historiográficas nesse campo: a importância das práticas e ritos como norteadores da "religião romana", que não existiria como conjunto de dogmas, mas como conjunto de ações constituidoras da romanidade, e os questionamentos e contribuições das teorias pós-coloniais dentro dos debates de interação cultural. Dentro desta abordagem, procura-se acessar, através do registro material, a trajetória religiosa e as práticas mortuárias por meio da "performance", ou seja do rito, um aspecto muito importante na construção da religiosidade e identidade romanas e, por consequência, presente nas políticas de "romanização". O capítulo 3, Cerâmicas finas e comuns: sua produção no contexto provincial romano, analisa as semelhanças e as diferenças de dois tipos específicos de produção cerâmica em distintas regiões do Império: as cerâmicas comuns domésticas do noroeste da Península Ibérica e as cerâmicas de iluminação produzidas por oficinas especializadas na Palestina e Norte da África. O tema da economia e da tecnologia insere-se nas discussões sobre as relações sociais que permeiam as duas produções cerâmicas e sua integração nas redes comerciais e culturais no âmbito imperial romano. O esforço de identificação dos grupos sociais envolvidos é um dos objetivos específicos da discussão da pesquisa, ou seja, a identificação de todos aqueles pertencentes a um determinado grupo social, partes do mesmo conjunto de significados e ligados a um artefato específico. Na segunda parte do livro, o capítulo 4, Ciberarqueologia: imersão e interatividade digitais no domínio arqueológico, expõe os principais tópicos referentes ao corpus teórico e metodológico desta disciplina e através da explanação dos conceitos de Realidade Virtual apresenta estudos de caso com os produtos desenvolvidos pelo LARP. Este capítulo ilustra as possibilidades de unir a produção científica do grupo e a extroversão de seus resultados a um público mais amplo e não especializado. O capítulo 5, DOMUS: a utilização de recursos 3D para o ensino da Arqueologia romana, integra uma parte importante dos trabalhos educativos desenvolvidos pelo LARP com a apresentação do processo de aplicação e análise dos resultados do Projeto Domus nas escolas de primeiro grau. Concluindo, este livro vem a público com o objetivo de divulgar uma parte da produção do LARP, num esforço conjunto de integração de suas pesquisas temáticas, de forma a contribuir aos estudos da arqueologia romana em seu contexto provincial predominantemente. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.