Busca avançada
Ano de início
Entree

IV Colóquio Internacional de Análise do Discurso

Processo: 15/04324-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 02 de setembro de 2015 - 04 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Vanice Maria Oliveira Sargentini
Beneficiário:Vanice Maria Oliveira Sargentini
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do discurso 

Resumo

O que produz o entendimento e o desentendimento entre os sujeitos de uma sociedade? Há efetiva compreensão entre seus membros, porque são eles falantes de uma mesma língua? Quais são os papéis desempenhados pela linguagem, pelas línguas e pelos discursos nos consensos e nos conflitos sociais? Essas questões frequentam o mundo contemporâneo, marcado por lutas necessárias e reivindicações justas e por hegemonias, radicalismos e intolerâncias.A essas questões, somam-se outras: há mais consensos ou conflitos na história humana? Dispõem eles do mesmo peso e espaço na construção e no esgarçamento dos laços sociais? Ao falarem, os homens tendem a enxergar mais identidades ou mais diferenças entre si? E quanto a nós, estudiosos do discurso, observamos antes as unidades discursivas ou buscamos principalmente demonstrar a existência das distintas posições enunciativas e/ou ideológicas, onde se acreditava existir a simples unidade de uma instituição, de um campo ou de uma formação discursiva?Em diversas tendências da Análise do discurso, parece ter ocorrido inicialmente o predomínio da identificação das homogeneidades discursivas; em seguida, por meio de seus desenvolvimentos e diálogos com outras áreas, tais como a Teoria da enunciação, os estudos do Círculo de M. Bakhtin, a obra de Michel Foucault, a Nova História, entre outros, os analistas estabeleceram as distintas formas da heterogeneidade como uma sua prioridade. Numa ou noutra visada, a tarefa não é menos espinhosa: na diversidade das falas, o que deve ser entendido como o mesmo discurso? Como identificá-lo? Por que meios estabelecer as fronteiras entre um e outro discurso? Por outro lado, o que é o Outro numa ou de uma formação discursiva? Quais são suas funções e seus diferentes graus de presença na constituição de um discurso? Foi com vistas a formular respostas a essas questões, que o IV Colóquio Internacional de Análise do discurso elegeu como seu tema "A produção dos consensos e a conquista das resistências". (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.