Busca avançada
Ano de início
Entree

Aprendizagem de vocabulário por crianças a partir da leitura compartilhada de livros

Resumo

A leitura compartilhada de histórias para crianças é uma atividade que produz efeitos importantes na aprendizagem de vocabulário por crianças de diferentes faixas etárias. Esse aumento de vocabulário tem repercussões importantes sobre o desempenho acadêmico das crianças, o que justifica esforços no sentido de compreender as variáveis implicadas na atividade e que favorecem essa aprendizagem. O objetivo geral deste projeto é investigar um conjunto de variáveis que podem favorecer a aprendizagem de palavras em situação de leitura compartilhada de histórias, para crianças de diferentes idades e condições de desenvolvimento, em quatro estudos distintos. No Estudo 1, pretende-se comparar a aprendizagem de pseudosubstantivos em situação de leitura compartilhada de histórias por crianças de 3 e 7 anos e verificar se essa aprendizagem é afetada pela indicação, no enredo da história, de função específica de duas das quatro pseudopalavras. Participarão 20 crianças, com idades de 3 e 7 anos (n=10 em cada grupo), que ouvirão a leitura de um livro ilustrado não comercial por três vezes consecutivas. No livro, aparecerão quatro palavras novas (pseudopalavras). Após as leituras e uma semana após, serão feitos testes de aprendizagem das palavras, comparando-se o desempenho das crianças das duas faixas etárias. Os Estudos 2 e 3, terão como objetivo, respectivamente verificar se a solicitação de repetição da palavra-alvo (solicitação de ecoico) durante a leitura de história, ou de diferentes tipos de perguntas, pode facilitar a aprendizagem das palavras-alvo pelas crianças. No Estudo 2 participarão 18 crianças de 5 anos (três grupos de seis crianças), e no Estudo 3, 12 crianças, da mesma idade. O procedimento, em ambos, será o mesmo do Estudo 1, com as seguintes diferenças: diferentes grupos de crianças passarão por condições de leitura distintas - somente ouvirão a leitura do livro, durante a leitura serão solicitadas a repetir as palavras desconhecidas (emissão de ecoico), passarão apenas por um pareamento entre a palavra e a figura do objeto correspondente, responderão perguntas simples sobre as palavras-alvo durante a história, ou responderão perguntas simples para as pseudopalavras sem função específica, e perguntas elaboradas para as pseudopalavras que apresentam função definida pelo contexto da história. Os mesmos testes de aprendizagem do Estudo 1 serão apresentados. No Estudo 4 será investigada a eficácia de um procedimento de ensino de adjetivos e substantivos (existentes, porém desconhecidos) para crianças com Síndrome de Down (SD), em comparação com crianças de desenvolvimento típico (DT), a partir da leitura compartilhada de história. Participarão seis crianças com SD e seis com DT. O delineamento empregado será o de tratamentos alternados, e todas as crianças passarão por diferentes condições de leitura (somente leitura, com solicitação de ecoico e com perguntas). Espera-se verificar o papel dessas variáveis na aprendizagem de palavras pelos participantes da pesquisa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALINE MELINA VAZ; ANDRÉIA SCHMIDT. Learning of Pseudowords by Children of Different Ages in a Shared Book Reading Context. Paidéia, v. 29, p. -, 2019.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.