Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da suplementação de antioxidantes sobre o balanço autonômico

Processo: 14/25808-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2015 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Heno Ferreira Lopes
Beneficiário:Heno Ferreira Lopes
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiologia  Antioxidantes  Hipertensão  Estresse oxidativo  Sistema nervoso autônomo  Suplementos nutricionais 

Resumo

Estudos com dietas de alta concentração de antioxidantes têm sido realizados e seus resultados mostram uma importante redução da pressão arterial e do risco de eventos cardiovasculares. O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito da suplementação de antioxidantes sobre o balanço autonômico em pacientes normotensos e hipertensos. Será realizado um ensaio clínico randomizado. Após a seleção, 60 indivíduos elegíveis serão convidados a participar do estudo, sendo 30 normotensos e 30 pacientes hipertensos. Os participantes deverão ser de ambos os sexos, com idade entre 18 e 60 anos e Índice de Massa Corporal (IMC) menor que 35 kg/m2. Serão excluídos do estudo indivíduos gestantes; fumantes; diabéticos em uso de outro medicamento para controle glicêmico além de metformina; com hemoglobina glicada > 7%; com doença cardiovascular diagnosticada; com LDL-c > 160 mg/dL (não diabéticos); com LDL-c > 130 mg/dL para não diabéticos em uso de estatina; com LDL-c e 100 mg/dL para diabéticos em uso de estatina; com valvopatia grave; com hipertensão pulmonar; portadores de doença do colágeno; com algum tipo de câncer; com arritmia complexa; com qualquer patologia crônica invalidante. Amostras de sangue venoso serão coletadas após jejum de 12 horas para as dosagens de bioquímicas (glicose, colesterol total e frações LDL-colesterol, HDL-colesterol, triglicérides, ácido úrico, sódio, potássio, uréia, creatinina, insulina), hemograma, adiponectina, leptina, proteína C reativa, fator de necrose tumoral (TNF ±), interleucina 6 (IL-6), interleucina 4 (IL-4), interleucina 2 beta (IL-2ß), proteína-1 quimioatratora monocitária (MCP-1) e nitrotirosina. Um estudo piloto foi realizado para avaliar a capacidade antioxidante e de fenólicos totais das cápsulas dos extratos de frutas, demonstrando uma grande presença de compostos antioxidantes. Será realizada uma avaliação antropométrica com medidas de peso, altura, circunferência da cintura e circunferência cervical. A avaliação hemodinâmica será através de um aparelho (H.D.I.) para avaliação hemodinâmica não invasiva e o balanço autonômico também será avaliado de maneira não invasiva com o auxílio do monitor de pressão Finometer. Os participantes do estudo serão distribuídos para 2 diferentes grupos: Grupo A (normotensos) e Grupo B (hipertensos). Eles serão randomizados para receber suplementação na forma de cápsulas com antioxidantes ou cápsulas com placebo durante 4 semanas. As cápsulas para suplementação antioxidante serão de blueberry, cranberry e romã, sendo uma cápsula de cada ao dia. Após um intervalo de 4 semanas o grupo que recebeu a suplementação receberá o placebo e o grupo placebo receberá a suplementação antioxidante (crossover), ambos durante 4 semanas. Todos os testes serão realizados no início do estudo, após 4 semanas de intervenção e após a 8 semana de intervenção. O cálculo amostral foi feito para atingir um poder estatístico de 80% e número de casos necessários em cada grupo é de 27 indivíduos. A comparação entre os grupos será realizado com o Teste de Comparações Múltiplas (ANOVA). Antes de iniciar a coleta dos dados, o projeto de pesquisa passará pela aprovação da Comissão de Ética para Análise de Projetos de Pesquisa (CAPPesq) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. A participação da pesquisa será voluntária, com assinatura do TCLE após o esclarecimento sobre a natureza e finalidade do estudo. O presente estudo apresentará risco físico mínimo para o participante. (AU)