Busca avançada
Ano de início
Entree

Trabalhadores dos trilhos. Imigrantes e nacionais livres, libertos e escravos na construção da primeira ferrovia baiana (1858-1863)

Processo: 15/06695-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de junho de 2015 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Silvia Hunold Lara
Beneficiário:Silvia Hunold Lara
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/21979-5 - Entre a escravidão e o fardo da liberdade: os trabalhadores e as formas de exploração do trabalho em perspectiva histórica, AP.TEM
Assunto(s):Século XIX  Ferrovias  Imigração  Escravidão  Bahia 

Resumo

O livro analisa as relações de trabalho e a experiência dos trabalhadores das obras de construção da ferrovia que ligava Salvador a Alagoinhas, na Província da Bahia, entre 1858 e 1863. Utilizando grande variedade de fontes (documentos da companhia inglesa responsável pelas obras, correspondência entre os engenheiros e as autoridades provinciais, registros policiais e iconográficos), o texto examina a atuação dos empresários ingleses, as formas de recrutamento da mão-de-obra, a constituição formal das relações de trabalho e as várias experiências compartilhadas pela multidão de homens imigrantes e nacionais, livres, libertos e escravos engajados nas obras da ferrovia baiana. Suas conclusões permitem discutir teses clássicas da historiografia ao mostrar as fronteiras muitas vezes ambíguas entre a escravidão e a liberdade, e como as condições de trabalho e convivência podiam forjar identidades e solidariedades entre escravos, libertos e livres pobres. (AU)