Busca avançada
Ano de início
Entree

Inflammatory sensitization of nociceptors depends on activation of NMDA receptors in DRG satellite cells

Processo: 15/01837-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de abril de 2015 - 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Carlos Amilcar Parada
Beneficiário:Carlos Amilcar Parada
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Dor  Inflamação 

Resumo

Sensibilização de nociceptores inflamatória depende da ativação dos receptores NMDA em células satélites do GRDLuiz Fernando Ferraria, Celina Monteiro Lotufoa, b, Dionéia Araldic, Marcos A. RodriguesA, Larissa P. Macedob, Sérgio H. Ferreiraa, 1, e Carlos Amilcar Paradac, 1O presente estudo avaliou o papel dos receptores N-metil-D-aspartato (NMDAR) expressa no gânglio da raiz dorsal (DRG) na sensibilização inflamatória do nociceptor periférico. A injecção de NMDA no Gânglio da Raiz Dorsal - L5 -DRG induz hiperalgesia na pata traseira de rato com um perfil semelhante ao da injecção intraplantar de prostaglandina E2 (PGE2), a qual foi significativamente atenuada por injecção do antagonista NMDAR (D-AP-5) no DRG L5. Além disso, o bloqueio dos receptores de AMPA no DRG pelo antagonista de 6,7-dinitroquinoxaline-2,3-diona não teve nenhum efeito na hiperalgesia induzida por PGE2 na pata, demostrando o envolvimento específico de NMDAR neste efeito modulador e sugerindo que a activação de NMDAR no DRG desempenha um papel importante na hiperalgesia inflamatória periférica. Em experimentos subsequentes, observamos a atenuação da hiperalgesia induzida por PGE2 na pata em ratoscom DRG knockdown de subunidades de NMDAR NR1, NR2B, NR2D e NR3A pelo tratamento com oligodeoxinucleotídeos antisenses no DRG. Além disso, experimentos in vitro mostraram que a sensibilização induzida NMDA- em cultura de neurônios DRG depende da ativação de células de satélite e nessas mesmas subunidades NMDAR, sugerindo sua importância para a hiperalgesia induzida por PGE2. Além disso, experiências de imagiologia fluorescentes de cálcio em culturas de células de DRG mostraram indução de transientes de cálcio por glutamato ou de NMDA apenas em células satélites, mas não em neurónios. Juntos, os resultados sugerem que o nociceptor inflamatória sitization sen- mecânica é dependente da liberação de glutamato no DRG e subseqüente ativação NMDAR em células gliais satélite, apoiando a ideia de que a hiperalgesia periférica é um evento modulado por um sistema glutamatérgico na DRG.SignificânciaO presente estudo fornece evidência para um papel do glutamato como um neuromodulador da informação nociceptiva aferentes. Nossos resultados mostram que o impulso nociceptivo gerado por um evento inflamatório no tecido periférico é regulado no gânglio da raiz dorsal (DRG) por um sistema que envolve as células satélite e receptores glutamatérgico tipo NMDA. Pelo nosso conhecimento, este trabalho é uma das primeiras demonstrações do envolvimento do glutamato em um processo de modulação no DRG, um local onde não há sinapses, além de seu papel clássico como um neurotransmissor. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)