Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de forma de transição entre mésons pesados e leves

Processo: 15/04722-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 03 de agosto de 2015 - 17 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Bruno Omar El-Bennich
Beneficiário:Bruno Omar El-Bennich
Pesquisador visitante: Benoit Loiseau
Inst. do pesquisador visitante: Université Pierre et Marie Curie (Paris 6), França
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Física computacional  Teoria quântica de campos  Cromodinâmica quântica  Reações de decaimento  Quarks  Mésons pesados  Violação da simetria CP  Sabor (física)  Interações fortes  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

Decaimentos hadrônicos de mésons D e B em três corpos são interessantes para estudar a violação de CP e modelos dinâmicos da interação forte. Uma contribuição importante na abordagem de quase dois corpos das amplitudes de decaimento fraco são os fatores de forma de transição entre o méson pesado e as ressonâncias intermediarias. Seguindo a abordagem no quadro das relações de dispersão que usamos em nossa colaboração anterior para calcular os fatores de forma de transição, D a f(980)e B a f(980), pretendemos estender esses cálculos para outros casos de decaimentos de mésons pesados. Porém, com as ferramentas não perturbativas a nossa disposição, em particular no quadro das equações de Dyson-Schwinger e de Bethe-Salpeter bem como com o modelo covariante de quarks na frente de luz, esperamos predições mais robustas com menos dependência de modelo e melhores propriedades de covariância e de invariância de Poincaré. O quadro teórico é a aproximação de impulso descrita por um diagrama de triângulo no qual os quarks estão propagando entre dois estados ligados, com um dos quarks sendo o quark espectador enquanto o outro quark interage com o bóson de calibre electrofraco.Sugerimos de estudar em primeiro lugar os fatores de transição entre o D_0 e as ressonâncias existentes no decaimento D^0 a K^0_S K^+ K^-, tal como of fator de forma D^0 a a_0(980). Isto nos ajudará na analise e compreensão do conteúdo de quark constituintes no méson escalar/isovetor. Tal determinação do fator de forma ajudará também muito na redução dos números de parâmetros atuais nos estudos do plano de Dalitz para os decaimentos D^0 a K^0_S K^+ K^-. No futuro, vamos tentar de modelizar fatores de forma de transição entre mésons que entram nas amplitudes dados por diagramas de aniquilação nestes processos a grande momento próximo da massa do méson D^0. (AU)