Busca avançada
Ano de início
Entree

Abordagem algébrica à Teoria Clássica de Campos e sua quantização perturbativa ao redor de campos de fundo arbitrários

Resumo

Buscamos abordar o problema de construir modelos realistas de teorias quânticas de campos como deformações formais dos modelos clássicos correspondentes, baseados na abordagem algébrica à teoria clássica de campos proposta na série em andamento de trabalhos do visitante, do Prof. Klaus Fredenhagen (Universidade de Hamburgo, Alemanha) e do beneficiário no caso de campos escalares reais, parcialmente estendida por vários autores para campos espinoriais, de calibre, gravitacionais e de membranas. O arcabouço é baseado na escolha de uma álgebra adequada $A_{cl}$ de funcionais sobre o espaço de configurações de campo clássicas, que desempenharão o papel de observáveis. A dinâmica é imposta sobre esta álgebra tomando-se o quociente pelo ideal gerado por um operador de Euler-Lagrange hiperbólico, que por sua vez induz uma estrutura de (quase-)Poisson em $A_{cl}$ por meio do colchete de Peierls. Esta estrutura será então usada para deformar a estrutura algébrica da álgebra $A_{cl}[[\hbar]]$ de séries formais de potências na constante de Planck $\hbar$ a valores em $A_{cl}$, estendendo o arcabouço da teoria quântica de campos perturbativa algébrica para campos clássicos de fundo arbitrários. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)