Busca avançada
Ano de início
Entree

Slavery to Addiction as meaning of Dropout in Eating Disorders: psychological aspects among women that have interrupted treatment at a specialized service in Brazil

Resumo

O estudo investigou as narrativas de mulheres que abandonaram tratamento ambulatorial especializado para Transtornos Alimentares (TA). Aspectos psicodinâmicos envolvidos foram discutidos considerando a questão da adesão e abandono uma vez revelados como diretamente afetados pela dimensão aditiva. A abordagem qualitativa foi utilizada para identificar matrizes interpretativas que conduziram a um entendimento mais amplo do fenômeno clínico observado. Nosso objetivo foi identificar contribuições ao manejo clínico de barreiras ao tratamento em vista dos desafios da aderência às terapêuticas em TA e adicções. A amostra consistiu de oito entrevistas em profundidade gravadas e transcritas na íntegra. As categorias emergentes indicaram os significados psicológicos do abandono atribuídos pelos pacientes a partir de suas vivências de tratamento e abandono. Os resultados foram discutidos à luz do quadro teórico que compreende as anorexias e bulimias enquanto adicções. A discussão visou contribuir para as abordagens de tratamento dos TA, como também compreendê-los em sua dimensão aditiva na medida em que esta se revelou relacionada à adesão e permanência no tratamento. Os elementos psicodinâmicos das vivências aditivas descritas pelos pacientes pode contribuir para fundamentar a discussão dos transtornos alimentares como "comportamentos aditivos" para além da discussão dos TA enquanto adições por meio do "modelo fisiológico do alimento viciante (toxic food dependence)". Transtornos Alimentares vivenciados enquanto adicções foram encontrados interferindo na relação com o tratamento. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)