Busca avançada
Ano de início
Entree

Capitalismo perene: reflexões sobre a estabilização da capitalismo a partir de Lukács e da teoria crítica

Processo: 14/25690-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de maio de 2015 - 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia
Pesquisador responsável:Ricardo Musse
Beneficiário:Ricardo Musse
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Marxismo  Teoria social  Capitalismo  Estabilização  Teoria crítica 

Resumo

Esta tese tem por objetivo compreender a estabilização do capitalismo em diversosperíodos no século XX, mais especificamente em três obras do que se convencionou chamarde marxismo ocidental, uma vez que elas representam pontos de inflexão da discussão a respeitodo assunto: História e Consciência de Classe, de Georg Lukács, Dialética do Esclarecimento,de Max Horkheimer e Theodor W. Adorno, e O Homem Unidimensional, de HerbertMarcuse. Por meio de uma comparação desses livros com os debates a respeito das transformaçõesdo capitalismo nos períodos em que cada uma das obras foi escrita, procurou-se entenderpor quais mecanismos e instituições a sociedade capitalista conseguiu superar suascrises e se naturalizar perante os indivíduos, constituindo-se como segunda natureza e sendoaceita, portanto, como a única forma de sociedade possível. Dessa maneira, seus autores sedistinguem daquelas discussões, não apenas retomando e criticando vários de seus aspectos,mas sobretudo por apresentarem explicações e conceitos inovadores diante das mudanças históricas.As análises em cada uma das obras oferecem alternativas para se compreender o atualestágio histórico em que se encontra a sociedade burguesa. (AU)