Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação e caracterização de mecanismos envolvidos no controle de massa e regeneração do músculo estriado esquelético

Processo: 15/04090-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2015 - 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Anselmo Sigari Moriscot
Beneficiário:Anselmo Sigari Moriscot
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Asa Birgitta Gustafsson ; Chao Yun Irene Yan ; Elen Haruka Miyabara
Bolsa(s) vinculada(s):19/08996-4 - Efeitos do miR-29c na plasticidade muscular esquelética: implicações para o controle de massa muscular, BP.PD
18/24418-8 - Papel de Tribbles 3 na regeneração muscular esquelética, BP.DD
18/24419-4 - Efeito da leucina sobre a expressão de miR-299A e HDAC4 no músculo esquelético de ratos submetidos à imobilização: implicações para o controle de massa muscular, BP.DD
+ mais bolsas vinculadas 18/21187-5 - Identificação de genes responsivos à leucina no músculo esquelético de ratos submetidos à imobilização: uma abordagem combinada envolvendo sequenciamento de mRNA e microRNA, BP.TT
17/09398-8 - Interações entre as vias da miostatina e mTORC1 no músculo esquelético: implicações para a ação biológica do hormônio tireoidiano, BP.DD
16/12941-2 - Identificação e caracterização de mRNAs responsivos à leucina no músculo esquelético de ratos submetidos à imobilização a partir de sequenciamento em larga escala, BP.PD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Plasticidade muscular  Hipertrofia  Atrofia  Sistema musculoesquelético  Biologia celular 

Resumo

O projeto contém propostas que conjuntamente visam a compreensão de mecanismos celulares e moleculares que controlam a massa e regeneração do músculo estriado esquelético. O conhecimento destes processos é de suma importância para que novas estratégias terapêuticas possam ser definidas, visando à manutenção da função muscular, com consequente melhoria da qualidade de vida. Cabe ressaltar que existem certas condições clínicas que envolvem severa perda de massa muscular esquelética tais como: na lesão nervosa periférica, longos períodos de imobilização, envelhecimento avançado e em doenças envolvendo estresse metabólico extremo como AIDS, sepsis e cancer. Além disso, a manutenção da massa muscular esquelelética também é fundamental para a homeostase, incluindo desde atividades de vida diária (posicionamento e movimentação do esqueleto), até aspectos sistêmicos importantes como termogenese, balanço energético e resposta imune. A capacidade regenerativa também é um aspecto fundamental na fisiologia muscular, não somente para reparar grandes extensões de lesão mas, de forma importante, também para realizar reparos dos danos (microlesões) nas fibras musculares provocados pelas atividades de vida diária. A perda gradual da capacidade de reparo no envelhecimento é um fator chave que leva à invibialidade das fibras musculares e consequentemente à perda de massa e força muscular. Portanto em determinadas situações o controle da massa e regeneração musculares são processos interdependentes. Este projeto trabalha em duas frentes que se complementam e se interelacionam. Uma das frentes se alinha com a identificação e caracterização de mecanismos (subprojetos 1, 2 e 3) envolvidos em plasticidade muscular. Em outra frente a estratégia será utilizar um agente anti-atrófico (leucina) e outro atrófico (hormonio tiroideano) como modelos para identificar possíveis processos/moléculas alvo, criando subsídios para o potencial desenvolvimento de estratégias terapêuticas futuras (subprojetos 4, 5, 6, 7 e 8). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (4 total):
Mais itensMenos itens
UOL: Uso de microRNAs pode combater desgastes dos músculos (15/Out/2019)
Brasil CT&I: Pesquisadores desenvolvem técnica que promove ganho de força e previne atrofia muscular (16/Out/2019)
Jornal da USP online: Uso de microRNAs pode combater desgastes dos músculos (14/Out/2019)
APM- Associação Paulista de Medicina: Cientista brasileiro pesquisa terapia genética para ganhar massa muscular (10/Set/2019)

Publicações científicas (7)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LABEIT, SIEGFRIED; HIRNER, STEPHANIE; BOGOMOLOVAS, JULIJUS; CRUZ, ANDRE; MYRZABEKOVA, MOLDIR; MORISCOT, ANSELMO; BOWEN, THOMAS SCOTT; ADAMS, VOLKER. Regulation of Glucose Metabolism by MuRF1 and Treatment of Myopathy in Diabetic Mice with Small Molecules Targeting MuRF1. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 22, n. 4 FEB 2021. Citações Web of Science: 0.
ALVES, PAULA K. N.; CRUZ, ANDRE; SILVA, WILLIAM J.; LABEIT, SIEGFRIED; MORISCOT, ANSELMO S. Leucine Supplementation Decreases HDAC4 Expression and Nuclear Localization in Skeletal Muscle Fiber of Rats Submitted to Hindlimb Immobilization. CELLS, v. 9, n. 12 DEC 2020. Citações Web of Science: 0.
CRUZ, ANDRE; FERIAN, ANDREA; ALVES, PAULA K. N.; SILVA, WILLIAM JOSE; BENTO, MIRELLA RIBEIRO; GASCH, ALEXANDER; LABEIT, SIEGFRIED; MORISCOT, ANSELMO SIGARI. Skeletal Muscle Anti-Atrophic Effects of Leucine Involve Myostatin Inhibition. DNA AND CELL BIOLOGY, v. 39, n. 12 NOV 2020. Citações Web of Science: 0.
ADAMS, VOLKER; GUSSEN, VICTORIA; ZOZULYA, SERGEY; CRUZ, ANDRE; MORISCOT, ANSELMO; LINKE, AXEL; LABEIT, SIEGFRIED. Small-Molecule Chemical Knockdown of MuRF1 in Melanoma Bearing Mice Attenuates Tumor Cachexia Associated Myopathy. CELLS, v. 9, n. 10 OCT 2020. Citações Web of Science: 0.
J.G. SILVESTRE; I.L. BAPTISTA; W.J. SILVA; A. CRUZ; M.T. SILVA; E.H. MIYABARA; S. LABEIT; A.S. MORISCOT. The E3 ligase MuRF2 plays a key role in the functional capacity of skeletal muscle fibroblasts. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 52, n. 9, p. -, 2019. Citações Web of Science: 0.
RAMOS, G. V.; CRUZ, A.; SILVA, W. J.; ROZANSKI, A.; BAPTISTA, I. L.; SILVESTRE, J. G.; MORISCOT, A. S. Thyroid hormone upregulates MDM2 in rat type I fibre: Implications for skeletal muscle mass regulation. ACTA PHYSIOLOGICA, v. 222, n. 4 APR 2018. Citações Web of Science: 1.
BAPTISTA, IGOR L.; SILVESTRE, JOAO G.; SILVA, WILLIAM J.; LABEIT, SIEGFRIED; MORISCOT, ANSELMO S. FoxO3a suppression and VPS34 activity are essential to anti-atrophic effects of leucine in skeletal muscle. Cell and Tissue Research, v. 369, n. 2, p. 381-394, AUG 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

Solicitação em análise e dentro do prazo legal de sigilo previsto na legislação BR1020180677020 - Universidade de São Paulo (USP) . Solicitação em análise e dentro do prazo legal de sigilo previsto na legislação - 03 de setembro de 2018