Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento microbiológico, de endotoxinas e de biomarcadores marcadores inflamatórios presentes na cavidade oral e no lavado broncoalveolar de pacientes sob ventilação mecânica invasiva

Resumo

Pneumonia é a segunda infecção hospitalar mais comum e a principal causa de mortalidade entre as infecções adquiridas em ambiente hospitalar. A aspiração de microrganismos para o trato respiratório inferior, seguida pela proliferação e invasão do parênquima, constitui a via mais importante de desenvolvimento de pneumonia associadas à ventilação mecânica (PAVM). O conhecimento da diversidade microbiana e de espécies bacterianas ainda não identificadas na PAVM é importante para o estabelecimento de uma terapia eficaz. E ainda, a busca por biomarcadores inflamatórios que auxiliam de forma prática e rápida no diagnóstico da PAVM têm sido explorados por pesquisas nos últimos anos. Desta forma, os objetivos do presente estudo são: 1) Estudar o perfil e a diversidade microbiana presente na cavidade oral e no lavado broncoalveolar de pacientes internados em UTI sob VMI através da técnica "Checkerboard DNA-DNA Hybridization"; 2) Monitorar o perfil microbiano encontrado na cavidade oral e no lavado broncoalveolar nos diferentes tempos de VMI (12h, 48h e 96 h); 3) Investigar e monitorar o perfil das citocinas inflamatórias IL-1², TNF-±, IL-6 e IL-10 presente no lavado broncoalveolar nos diferentes tempos de VMI (12h, 48h e 96 h); 4) Investigar e quantificar os níveis das metaloproteinases (MMP1, MMP2 e MMP8) no lavado broncoalveolar nos diferentes tempos de VMI (12h, 48h e 96 h); 5) Investigar e monitorar sTREM-1 (Soluble Triggering Receptor Expressed in Myeloid Cells-1) no lavado broncoalveolar nos diferentes tempos de VMI (12h, 48h e 96 h); 6) Quantificar endotoxinas de bactérias Gram-negativas presente na cavidade oral e no lavado broncoalveolar de pacientes internados em UTI sob VMI. As amostras da cavidade oral (espaço subgengival) através de cone de papel estéril/apirogênico e do lavado broncoalveolar através de mini-BAL cateter. Para o estudo microbiano, DNA será extraído de cada amostra coletada e em seguida, analisado pela técnica "Checkerboard DNA-DNA Hybridization". Para a análise dos níveis dos biomarcadores inflamatórios, será realizada através de teste imunoenzimáticos (ELISA) e a quantificação de endotoxinas será utilizado o teste KQCL (LAL). Na análise estatística, os dados serão tabulados e analisados pelo SPSS for Windows e package Statistic 9.0. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES, CINTHYA; MARTINHO, FREDERICO CANATO; BARBOSA, DECIO SABBATINI; ANTUNES, LEONARDO SANTOS; CORREA POVOA, HELVECIO CARDOSO; LEAL BALTUS, THIAGO HISSNAUER; MORELLI, NAYARA RAMPAZZO; VARGAS, HEBER ODEBRECHT; VARGAS NUNES, SANDRA ODEBRECHT; ANDERSON, GEORGE; MAES, MICHAEL. Increased Root Canal Endotoxin Levels are Associated with Chronic Apical Periodontitis, Increased Oxidative and Nitrosative Stress, Major Depression, Severity of Depression, and a Lowered Quality of Life. Molecular Neurobiology, v. 55, n. 4, p. 2814-2827, APR 2018. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.