Busca avançada
Ano de início
Entree

1945: 70 Anos Depois: VI Encontro de Estudos da Realidade Brasileira

Resumo

O evento abordará questões como o significado de 1945, a guerra tanto na Europa como no Japão, a questão nuclear e os seus paradoxos na política internacional. Quanto ao Brasil, as políticas econômicas do Governo Vargas, e a posição da esquerda no período. Professores de História e de Relações Internacionais do Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul e de São Paulo compõem o programa acadêmico de mesas de debate que incluirá sessões comentadas de filmes sobre os efeitos da Segunda Guerra, com os clássicos de Roberto Rossellini, os filmes " Alemanha Ano Zero" e "Roma Cidade Aberta". O evento terá o encerramento de honra em homenagem aos sobreviventes da bomba atômica residentes no Brasil que estarão dando o seu testemunho pessoal sobre esse momento de anúncio de uma nova era na história da humanidade. O Jornal do Brasil após um mês da explosão das bombas, no dia de 5 de setembro de 1945, trouxe a seguinte manchete: "Acredita-se que os feridos da bomba atômica não têm salvação. A radioatividade do urânio produz sintomas estranhos e sofrimentos que não podem ser aliviados.". Contrariando as expectativas, houve sobreviventes do episódio conhecido como a "A maior destruição instantânea provocada pela mão do homem em todas as épocas", na manchete do Jornal do Brasil do dia 9 de agosto de 1945. O testemunho oral dos sobreviventes, Takashi Morita, Junco Watanabe e Kunihiko Bonkohara poderão confirmar, negar ou enriquecer a reportagem de época. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: