Busca avançada
Ano de início
Entree

Alta acurácia diagnóstica baseada nos transcritos CLDN10, HMGA2 e LAMB3 em carcinoma papilífero de tireóide (high diagnostic accuracy based on CLDN10, HMGA2 and LAMB3 transcripts in papillary thyroid carcinoma)

Processo: 15/12442-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Silvia Regina Rogatto
Beneficiário:Silvia Regina Rogatto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia  Diagnóstico  Expressão gênica 

Resumo

Nódulos de tireoide são comuns na população adulta e o carcinoma papilífero de tireoide (CPT) é o achado maligno mais frequente. A história natural do CPT permanece pouco compreendida e atuais métodos de diagnóstico apresentam limitações, acarretando em um número significativo de cirurgias potencialmente evitáveis. Nesse estudo, buscamos marcadores moleculares para aperfeiçoar o diagnóstico de lesões da tireoide. O perfil de expressão gênica foi estudado utilizando microarray em 61 CPT e 13 tecidos normais adjacentes (TN). Uma lista consistente de genes foi obtida pelo uso de validação com dados externos (138 pares de CPT/TN). Os resultados foram interpretados coletivamente por análise funcional in silico. Um painel de 28 transcritos foi avaliado por RT-qPCR, incluindo lesões benignas da tireoide (LBT) e outros carcinomas de tireoide derivados de células foliculares (OCTDF). Um algoritmo diagnóstico foi desenvolvido (conjunto de treinamento: 23 TN, 8 LBT e 86 CPT), validado (conjunto independente: 10 TN, 140 LBT, 120 CPT e 12 OCTDF) e associado com características clínicas. GABRB2 foi classificado como o gene mais frequentemente hiperexpresso em CPT (análise de validação cruzada com dados externos). Ao avaliar coletivamente os genes alterados em CPT, foi estimada uma perda da resposta à tiroxina e desregulação do metabolismo do ácido retinóico, com uma ativação putativa de EZH2 e histona desacetilases (previsto in silico). Um algoritmo combinando os transcritos CLDN10, HMGA2 e LAMB3 foi capaz de discriminar tumores de amostras de LBT (sensibilidade de 94% e 96% de especificidade no conjunto de validação). Escores mais altos do algoritmo foram associados com metástases em linfonodos regionais. Neste estudo, uma ferramenta promissora de alto desempenho para o diagnóstico de CPT foi elaborada com base em três transcritos, também apresentando o potencial de prever o risco de metástases em linfonodos. (AU)