Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de proteínas de comunicação e de junções celulares no sistema digestivo de fetos bovinos, bezerros recém-nascidos e bovinos adultos

Processo: 15/50095-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de agosto de 2015 - 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Francisco Javier Hernandez Blazquez
Beneficiário:Francisco Javier Hernandez Blazquez
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):18/11703-6 - Estimativas estereológicas da densidade de superfície e área total de superfície das papilas ruminais e reticulares de bovinos, AV.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):17/04752-8 - Morfologia celular e desenvolvimento epitelial do retículo durante o desenvolvimento pré-natal e pós-natal de bovinos, BP.IC
17/06449-0 - Técnicas de delineamento estereológico aplicadas na avaliação do rúmen de bovinos, BP.IC
16/13038-4 - Análise ultraestrutural e detecção de caderinas, cateninas e conexinas do rúmen de bovinos durante o desenvolvimento pré e pós-natal, BP.PD
+ mais bolsas vinculadas 16/03227-4 - Avaliação estereológica da arquitetura epitelial e do plexo mioentérico do rúmen de bovinos durante o desenvolvimento pré e pós-natal, BP.PD
15/20985-7 - Expressão de proteínas de comunicação e de junções celulares no sistema digestivo de fetos bovinos, bezerros recém-nascidos e bovinos adultos, BP.TT
15/21367-5 - Expressão de proteínas de comunicação e de junções celulares no sistema digestivo de fetos bovinos, bezerros recém-nascidos e bovinos adultos, BP.TT - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Caderinas  Conexinas  Bovinos  Rúmen  Sistema digestório  Expressão de proteínas 

Resumo

O epitélio de revestimento e a musculatura ruminal sofrem várias adaptações fisiológicas e morfológicas que os preparam para suas funções de câmara de fermentação bacteriana e absorção de ácidos graxos voláteis. O epitélio ruminal e os plexos mioentéricos são cruciais para as adaptações digestivas e fisiológicas da alimentação adulta nos ruminantes, contudo o processo celular e nervoso de adaptação é pouco estudado. O estudo de proteínas de junção se faz necessário para um maior entendimento das funções e das interações intercelulares. Para tanto, o presente estudo utilizará técnicas de imuno-histoquímica para a identificação, localização microscópica e detecção de caderinas (E e N), cateninas (a e P) e conexinas (26, 32,40 e 43) do rúmen de fetos bovinos (30,110 e 150 dias de desenvolvimento), bezerros recém-nascidos e bovinos adultos, com o fim de verificar o padrão de expressão destas moléculas em cada etapa estudada. Em animais adultos, também será verificado e efeito de diferentes fontes energéticas alimentares sobre estes aspectos do epitélio ruminal. O projeto também estudará os mecanismos adaptativos dos plexos mioentéricos, em fases distintas do desenvolvimento pós-natal e adulto. Em animais adultos, também será verificado e efeito de diferentes fontes energéticas alimentares sobre estes aspectos do epitélio ruminal. As conexinas selecionadas para o estudo são as que têm maior probabilidade de serem encontradas com base nos estudos realizados em pele, uma vez que não há um estudo abrangente do assunto sequer no epitélio do esôfago de animais que seria o tecido mais próximo. Contudo, também por sequenciamento genético e PCR em tempo real buscaremos outras moléculas de junção que também possam ser coexpressadas em cada etapa. (AU)