Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de genes reguladores da intensidade da inflamação aguda e suas interações com micro RNAs no desenvolvimento de artrite experimental

Processo: 14/18060-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunogenética
Pesquisador responsável:Marcelo de Franco
Beneficiário:Marcelo de Franco
Instituição-sede: Instituto Pasteur (IP). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Genômica  Artrite reumatoide  Expressão gênica  MicroRNAs  Inativação gênica  Mediadores da inflamação  Artrite experimental  Camundongos 

Resumo

A artrite reumatoide (AR) é uma doença crônica autoimune que afeta as articulações e causa uma persistente inflamação sinovial e destruição da cartilagem e osso. Afeta cerca de 1% da população adulta mundial e é prevalente em mulheres. Sua causa é de origem desconhecida, mas sabe-se que é influenciada tanto por fatores genéticos, quanto por fatores ambientais. O modelo de artrite induzida por pristane (PIA) em camundongos é um modelo experimental que tem sido utilizado em muitos trabalhos, pois se assemelhada à artrite reumatoide em suas características histopatológicas e sorológicas. As linhagens de camundongos selecionados para forte (AIRmax) ou fraca inflamação (AIRmin), diferem quanto a susceptibilidade à PIA. Estudos com esses camundongos identificaram loci significantes para a severidade à artrite experimental nos cromossomos 5 e 8. Varias linhagens isogênicas mostraram genes coincidentes em experimentos similares, inclusive com a participação de micro RNAs (miRNAs) na regulação da expressão destes. Nossa hipótese é que a expressão diferencial de miRNAs nas linhagens susceptíveis (AIRmax e DBA/1) e linhagens resistentes (AIRmin e DBA/2) pode acarretar modulação de genes importantes envolvidos na PIA. Assim, no presente estudo avaliaremos se miRNAs podem estar envolvidos na regulação dos genes previamente mapeados e se essa regulação pode afetar a susceptibilidade a PIA, fazendo um comparativo das linhagens heterogêneas AIRmax (sensível) e AIRmin (resistente) com as linhagens isogênicas DBA/1 (sensível) e DBA/2 (resistente). Além disso, nós pesquisaremos o efeito da inativação in vitro dos genes candidatos para avaliar seus efeitos na expressão de mediadores inflamatórios importantes no desenvolvimento da PIA. A expressão diferencial de miRNAs nestas linhagens permitirá melhor compreensão da arquitetura gênica e dos mecanismos moleculares envolvidos nesta doença experimental. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CORREA, MARA A.; BORREGO, ANDREA; JENSEN, JOSE R.; CABRERA, WAFA H. K.; BARROS, MICHELE; KATZ, IANA S. S.; CANHAMERO, TATIANE; SPADAFORA-FERREIRA, MONICA; FERNANDES, JUSSARA G.; STAROBINAS, NANCY; RIBEIRO, ORLANDO G.; IBANEZ, OLGA M.; DE FRANCO, MARCELO. Mice Selected for Acute Inflammation Present Altered Immune Response during Pristane-Induced Arthritis Progression. BIOMED RESEARCH INTERNATIONAL, 2018. Citações Web of Science: 0.
CORREA, MARA A.; CANHAMERO, TATIANE; BORREGO, ANDREA; KATZ, IANA S. S.; JENSEN, JOSE R.; GUERRA, JOSE LUIZ; CABRERA, WAFA H. K.; STAROBINAS, NANCY; FERNANDES, JUSSARA G.; RIBEIRO, ORLANDO G.; IBANEZ, OLGA M.; DE FRANCO, MARCELO. Slc11a1 (Nramp-1) gene modulates immune-inflammation genes in macrophages during pristane-induced arthritis in mice. Inflammation Research, v. 66, n. 11, p. 969-980, NOV 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.