Busca avançada
Ano de início
Entree

Improvisação Livre: Espaço de Cri(ação) Musical

Processo: 15/08773-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Rogério Luiz Moraes Costa
Beneficiário:Rogério Luiz Moraes Costa
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Durante mais de 20 anos venho me dedicando a investigar a improvisação musical em suas múltiplas formas e em suas conexões e interfaces com outras áreas de estudo. Estas reflexões têm origem na minha vivência pessoal com as questões que envolvem o relacionamento entre o intérprete e o compositor. Sempre me intrigou esta cisão que me parecia violenta. Enquanto intérprete, sentia a necessidade de ser o formulador de meu próprio discurso e enquanto compositor queria ter a possibilidade de realizar aquilo que eu mesmo havia concebido. Parti então à procura de uma prática musical em que as duas atividades estivessem integradas. Encontrei na improvisação (inicialmente em um contexto idiomático, no jazz e na música instrumental brasileira) um espaço para experimentação que forneceu subsídios mais consistentes para as investigações. Somaram-se então neste quadro as minhas reflexões sobre os caminhos da música contemporânea no contexto da qual eu pressentia a vocação experimental e a busca de uma prática vital, significativa e voltada ao momento presente. Os principais resultados teóricos destas investigações podem ser conferidos em minha dissertação de mestrado (Suite Improviso: a construção da improvisação: composição e interpretação em práticas interativas/2000), em minha tese de doutorado (O músico enquanto meio e os territórios da livre improvisação/2003), em vários artigos publicados sobre o assunto em livros, revistas científicas e anais de congresso e, mais recentemente, em minha tese de livre docência (A improvisação musical suas conexões/2013). É importante ressaltar um aspecto que foi e é fundamental para a continuidade e aprofundamento das minhas investigações: a manutenção de uma intensa e diversificada experiência prática e artística desenvolvida por mim individualmente ou junto a grupos de improvisação e de criação coletiva. Este livro se propõe a reunir, num só texto consistente e articulado, todo este trabalho de pesquisa. Além disso, se propõe a incorporar novas análises e reflexões produzidas por mim, ou a partir da leitura e do estudo de publicações recentes de outros pesquisadores sobre o assunto. Cabe ainda mencionar que a minha abordagem da livre improvisação se apoiará em experiências práticas desenvolvidas durante estes últimos anos: o grupo Akronon, que durante dois anos (2001/2002), serviu como referência para o desenvolvimento de grande parte das reflexões contidas na minha tese de doutorado; os grupos Musicaficta e Orquestra Errante, ambos diretamente relacionados às minhas atividades atuais de pesquisa e ensino enquanto docente na USP e que até hoje se constituem enquanto laboratórios de experiências práticas e teóricas; o duo Miller Puckette/Rogério Costa, com o qual desenvolvi trabalhos experimentais durante a realização de um estágio de pesquisa e estudo na UCSD (University of California, San Diego) em 2009; o duo com o pesquisador Alexandre Porres, com quem desenvolvi uma parceria relacionada à concepção, produção e experimentação de aplicativos computacionais especialmente desenhados para a prática da improvisação livre com processamento eletrônico em tempo real e o grupo de improvisação e criação coletiva Entremeios, fundado em 2014 durante o meu estágio de pós-doc na Universidade Paris 8. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)