Busca avançada
Ano de início
Entree

Imunidade protetora e colonização renal induzidas por vacinas contendo proteínas recombinantes de membrana externa de Leptospira interrogans e adjuvante flagelina

Processo: 15/16134-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Patricia Antonia Estima Abreu de Aniz
Beneficiário:Patricia Antonia Estima Abreu de Aniz
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leptospirose  Adjuvantes  Vacinas  Leptospira 

Resumo

A leptospirose é uma zoonose mundial causada por diferentes espécies de Leptospira, como Leptospira interrogans, que colonizam os túbulos renais de animais selvagens e domésticos. Até agora, as tentativas para desenvolver vacinas eficazes contra a leptospirose, tanto para seres humanos e animais, falharam em induzir respostas imunes capazes de conferir proteção e ao mesmo tempo prevenir a colonização renal. Neste estudo, foi avaliada a imunidade protetora induzida por vacinas de subunidades contendo sete diferentes proteínas recombinantes de membrana externa de Leptospira interrogans, incluindo a porção carboxi-terminal da proteína immunoglobulin like A (LigAC) e seis novos antígenos, combinados com hidróxido de alumínio (alum) ou flagelina de Salmonella (FliC) como adjuvantes. Hamsters vacinados com as diferentes formulações produziram títulos elevados de anticorpos antígenos específicos. A imunização com LigAC, seja com alum ou flagelina, conferiu imunidade protetora, mas não preveniu a colonização renal. Do mesmo modo, os animais imunizados com LigAC ou LigAC co-administrada com as seis proteínas de leptospira com adjuvante alum foram protegidos, mas não ocorreu redução da colonização renal. Em contraste, a imunização de animais com o pool dos sete antígenos em combinação com flagelina conferiu proteção e reduziu significativamente a colonização renal pelo patógeno. O presente estudo enfatiza a relevância da composição antigênica e da adição de adjuvante na eficácia das vacinas de subunidades anti-leptospirose e mostra a complexa relação entre as respostas imunes e a colonização renal pelo patógeno. (AU)