Busca avançada
Ano de início
Entree

Revistas modernistas: redes, circulações e a questão transnacional

Processo: 15/13428-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 02 de dezembro de 2015 - 03 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Valéria dos Santos Guimarães
Beneficiário:Valéria dos Santos Guimarães
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Assunto(s):História cultural  Modernismo 

Resumo

A discussão das revistas como fonte e objeto historiográfico foi redirecionada em meados da década de 1970, contexto em que se redefine o próprio conceito de cultura. Contrapondo-se à ideia de um bloco homogêneo baseado em uma lógica unívoca e de caráter manipulador, passou-se a enfatizar a densidade e a complexidade do social.Destacar as identidades móveis dos intelectuais criando novas formas de pensamento, de participação social e de apropriação dos saberes é uma das questões propostas, conferindo-se centralidade às circulações. A dinâmica relacional das revistas produzindo redes interpessoais, intertextuais e intercontinentais incentivando a transferência de saberes é outro ponto da discussão.Será conferida atenção às revistas modernistas de artes e de literatura. O Colóquio propõe trabalhar com um conceito mais abrangente do moderno, localizando-o entre as décadas de 1900/1960 contexto este em se efetua de forma sistemática um balanço critico do passado nacional visando a implementação de novos projetos estéticos e sociais. Propõe-se discutir as distintas configurações do moderno nas suas relações com o contexto internacional das ideias. É este o fórum de discussões proposto pelo Colóquio a ser realizado na Fundação Casa de Rui Barbosa nos dias 2 e 3 de dezembro de 2015, resultado de uma parceria entre a UFRJ/EBA e a UNESP. (AU)