Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial antineoplásico e mecanismos de ação de triterpenos isolados a partir de cultura de células de Maytenus ilicifolia

Processo: 15/11600-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Patricia Severino
Beneficiário:Patricia Severino
Instituição-sede: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEPAE). Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Ana Maria Soares Pereira ; Monica Beatriz Mathor ; Welbert de Oliveira Pereira
Assunto(s):Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos  Moléculas bioativas 

Resumo

A Maytenus ilicifolia, popularmente conhecida como espinheira-santa, é utilizada na medicina tradicional brasileira desde a década de 20. A ela foram atribuídas diversas atividades biológicas, estando entre as 12 espécies de plantas medicinais introduzidas no Sistema Único de Saúde através do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Seu potencial antineoplásico é estudado principalmente com relação à ação de quatro triterpenos quinonametídeos produzidos em suas raízes: celastrol, pristimerina, maitenina e 22-²-hidroximaitenina. A maioria dos estudos, entretanto, obteve resultados em condições experimentais pouco controladas e focam aspectos moleculares limitados. Um fator que dificulta os estudos sobre a atividade biológica destas moléculas é a sua produção restrita às raízes e em baixo teor, uma dificuldade solucionada pelo Departamento de Biotecnologia da UNAERP, hoje capaz de produzir os triterpenos a partir de células de M. ilicifolia cultivadas in vitro. Esta proposta visa avaliar a ação dos quatro triterpenos sobre linhagens derivadas de carcinoma epidermóide de cabeça e pescoço (CECP) e sobre queratinócitos orais derivados de cultura primária. Com origem no revestimento epitelial da cavidade oral, faringe e laringe, entre outros subsítios, o CECP é um dos tipos de câncer mais comuns no mundo. Ele está associado ao uso crônico de tabaco e álcool e a taxa de sobrevida média fica em torno de 50% em 5 anos. A complexidade molecular constitui o maior empecilho para o desenvolvimento de drogas eficazes para este tipo de tumor. Avaliaremos o efeito dos triterpenos sobre a proliferação e a morte celular, e utilizaremos a análise de padrões de expressão gênica global por microarranjos de DNA para compreender os mecanismos moleculares associados às alterações funcionais observadas. Uma vez encontrados resultados promissores nos modelos celulares, verificaremos sua eficácia em modelos in vivo. Acreditamos que a abordagem proposta fornecerá subsídios para estudos posteriores que possam levar à utilização de derivados de M. Ilicifolia como tratamento complementar em pacientes acometidos pelo CECP. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HERNANDES, CAMILA; SOARES PEREIRA, ANA MARIA; SEVERINO, PATRICIA. Compounds From Celastraceae Targeting Cancer Pathways and Their Potential Application in Head and Neck Squamous Cell Carcinoma: A Review. CURRENT GENOMICS, v. 18, n. 1, p. 60-74, 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.