Busca avançada
Ano de início
Entree

Ecologia do Silêncio: percepção, transformação e etnografia em coletivos indígenas isolados na Amazônia

Processo: 15/12658-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Pesquisador responsável:Uirá Felippe Garcia
Beneficiário:Uirá Felippe Garcia
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Etnografia  Povos isolados  Amazônia 

Resumo

Este projeto de pesquisa tem um triplo propósito, um de ordem etnográfica, outro de ordem conceitual e um terceiro de ordem metodológica. Seu objetivo etnográfico é o estudo da relação existente entre populações "aldeadas" e "isoladas" em um coletivo indígena sul-americano, os Awá-Guajá, onde tal fenômeno pode ser encontrado. Seu viés conceitual almeja o estudo do significado de ideias como "isolamento voluntário" ou "povos isolados", e a formulação de hipóteses capazes de lançar luzes ao tema que, até os dias atuais, foi pouco explorado na etnologia sul-americana. Por fim, seu propósito metodológico visa formular um mecanismo de estudo sobre o tema a partir dos conceitos Awá-Guajá - algo como uma meta-etnografia -, a fim de construir uma base teórico-etnográfica sobre os povos que vivem em isolamento voluntário, a partir de um ponto de vista empírico particular, que, de acordo com este projeto, nos parece ser a melhor ferramenta para a compreensão a respeito de povos que recusam o contato. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)