Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do microtranscriptoma de macrófagos em resposta à exposição a cepas virulenta, atenuada e saprófita de Leptospira spp

Processo: 15/14229-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2015 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Flavia Lombardi Lopes
Beneficiário:Flavia Lombardi Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Pesq. associados:Márcia Marinho
Assunto(s):Epigênese genética  MicroRNAs  Leptospirose 

Resumo

A leptospirose é a zoonose de maior incidência no mundo, ocorrendo de forma endêmica e epidêmica em países em desenvolvimento de clima tropical e subtropical. A resposta das células do organismo à agentes microbiais envolve importante alteração na expressão gênica e proteica destas células, e depende de um balanço entre a ativação da resposta imunológica para efetiva defesa contra o patógeno e a preservação tecidual/celular. MicroRNAs (miRNAs) são uma classe de pequenos RNAs não-codificadores (20-22 nucleotídeos), com a importante função de controle epigenético pós-transcricional, reprimindo a tradução de RNA mensageiro. Inúmeros processos biológicos são controlados por miRNAs, como o desenvolvimento e diferenciação celular dos organismos, controle do crescimento, apoptose, regulação da resposta imune, entre outros processos fisiológicos, além de processos patológicos como o câncer e doenças degenerativas. Os miRNAs regulam ativamente o sistema imune participando na formação, recrutamento e função de células do sistema imunológico inato e adaptativo. Pesquisas atuais indicam que muitos patógenos virais, parasíticos e bacterianos afetam a expressão de miRNAs em células hospedeiras. No entanto, a regulação desta importante classe de RNAs não-codificadores ainda não foi investigada após a infecção por Leptospira. A descrição das alterações no transcriptoma e microtransciptoma do hospedeiro em resposta à esta infecção abre novas possibilidades diagnósticas, prognósticas e de tratamento como, por exemplo, o desenvolvimento de elementos que simulem ou inibam este RNAs não-codificadores para promover a eliminação eficiente do patógeno. No presente estudo, aplicaremos a técnica de microarranjo associada a ferramentas bioinformáticas para identificar o papel dos miRNAs na resposta de macrófagos murinos à infecção com Leptospira interrogans, bem como na diferença de resposta celular frente à infecção com espécies saprófitas e atenuadas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GARCIA, LEANDRO E.; JUNIOR, ERIVELTO C. A.; BRAGATO, JAQUELINE P.; MELO, LARISSA M.; LIMA, VALERIA F. M.; PEIRO, JULIANA R.; ARNOLD, DANIEL R.; MARINHO, MARCIA; LOPES, FLAVIA L. microRNA profile datasets of murine macrophages infected with different strains of Leptospira spp. SCIENTIFIC DATA, v. 5, AUG 21 2018. Citações Web of Science: 0.
GARCIA, LEANDRO ENCARNACAO; DE ARAUJO JUNIOR, ERIVELTO CORREA; MELO, LARISSA MARTINS; BRAGATO, JAQUELINE POLETO; PEIRO, JULIANA REGINA; FELIX DE LIMA, VALERIA MARCAL; MARINHO, MARCIA; ARNOLD, DANIEL ROBERT; LOPES, FLAVIA LOMBARDI. Characterization of the microtranscriptome of macrophages infected with virulent, attenuated and saprophyte strains of Leptospira spp.. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 12, n. 7 JUL 2018. Citações Web of Science: 0.
DE ARAUJO JUNIOR, ERIVELTO CORREA; GARCIA, LEANDRO ENCARNACAO; MELO, LARISSA MARTINS; BRAGATO, JAQUELINE POLETO; FELIX DE LIMA, VALERIA MARCAL; PEIRO, JULIANA REGINA; LOPES, FLAVIA LOMBARDI; MARINHO, MARCIA. Transcriptome datasets of macrophages infected with different strains of Leptospira spp. DATA IN BRIEF, v. 16, p. 1044-1050, FEB 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.