Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Serpentes do Cerrado: guia ilustrado

Processo: 15/08923-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de outubro de 2015 - 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Otavio Augusto Vuolo Marques
Beneficiário:Otavio Augusto Vuolo Marques
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Herpetologia  Répteis  Serpentes  Cerrado 

Resumo

O guia ilustra por meio de 185 fotografias coloridas um total de 135 de serpentes do Cerrado. São ilustradas as variações ontogenéticas e polimorfismos no padrão de coloração de determinadas espécies. Para cada serpente apresentada são fornecidas informações sobre a morfologia (tamanho do corpo e cauda, massa e dentição), o uso de hábitat (horário de atividade e substrato), os hábitos alimentares (principais itens), o modo reprodutivo (ovípara ou vivípara), as táticas defensivas e se a mesma oferece risco de envenenamento grave ao ser humano. As espécies de serpentes estão agrupadas por coloração, a fim de facilitar o seu encontro pelo leitor. Antes das pranchas de identificação há um texto introdutório sobre o Cerrado e sobre serpentes, que caracteriza e sumariza os principais aspectos de história natural desses animais (e ilustrados nas pranchas). O guia ainda inclui, após as pranchas, textos sobre outros vertebrados serpentiformes e sobre outros répteis que podem ser encontrados no Cerrado. Ao final do guia, ainda há comentários taxonômicos sobre algumas das espécies. Por fim, há uma lista de todas as serpentes registradas para o Cerrado até o momento, complementada por informações sobre a fisionomia vegetal utilizada por cada espécie. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Guia ilustrado apresenta todas as serpentes identificadas no Cerrado brasileiro 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.