Busca avançada
Ano de início
Entree

Control of instabilities by Alfvén waves and resonant magnetic perturbations in magnetized plasmas

Processo: 14/50794-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física dos Fluídos, Física de Plasmas e Descargas Elétricas
Convênio/Acordo: CNRS
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Iberê Luiz Caldas
Beneficiário:Iberê Luiz Caldas
Pesq. responsável no exterior: Sadrudrin Benkkada
Instituição no exterior: Aix-Marseille Université (AMU), França
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/19296-1 - Dinâmica não linear, AP.TEM
Assunto(s):Física de plasmas  Tokamaks  Instabilidades magnetohidrodinâmicas (MHD)  Confinamento magnético de plasmas  Cooperação internacional 

Resumo

As instabilidades MHD causadas por partículas rápidas, que são produzidas por, reações de fusão, são um aspecto importante para plasmas confinados em tokamaks. Os efeitos dessas instabilidades no confinamento e em outras instabilidades MHD ainda não são bem entendidos. Nós iremos investigar o limiar de excitação e a dinâmica desses modos para avaliar os modelos utilizados na previsão desses efeitos em futuros dispositivos de fusão. Perturbações magnéticas ressonantes e ondas de Alfvén são ferramentas importantes para atenuar instabilidades fn plasmas e para melhorar o confinamento de energia e partículas. Considerando o código EMEDGE3D, o modelo MHD tridimensional completo será utilizado no estudo da atenuação das instabilidades juntamente com modelos unidimensionais simplificados para fornecer uma melhor compreensão dos mecanismos físicos para o confinamento de plasmas. Nós também investigaremos interações onda-partícula usando uma válvula de ondas progressivas (TWT, do inglês, travelling wave tube) da Universidade de Aix-Marseille. No TWT, um feixe de elétrons se move sob a ação de um campo magnético axial e ondas eletrostáticas. Um sistema similar ao TWT vem sendo estudado de forma teórica pelo Grupo de Plasmas da USP. Como parte desta contribuição, nós iremos analisar a dinâmica de feixes de baixa e alta densidade, e verificar experimentalmente a validade de resultados teóricos e códigos numéricos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.