Busca avançada
Ano de início
Entree

AVALIAÇÃO DA AÇÃO DO ESTRÓGENO E DO HORMÔNIO TIREOIDIANO NA EXPRESSÃO DOS RNAs NÃO CODIFICANTES EM CÉLULAS OSTEOBLÁSTICAS DERIVADAS DO TECIDO ADIPOSO

Processo: 14/16406-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2015 - 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Celia Regina Nogueira
Beneficiário:Celia Regina Nogueira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Claudia Aparecida Rainho ; Maria Do Carmo Salazar Velez Roque da Fonseca
Bolsa(s) vinculada(s):16/04115-5 - Avaliação da ação do estrógeno e do hormônio tireoidiano na expressão dos RNAs não codificantes em células osteoblásticas derivadas do tecido adiposo, BP.TT
15/22784-9 - AVALIAÇÃO DA AÇÃO DO ESTRÓGENO E DO HORMÔNIO TIREOIDIANO NA EXPRESSÃO DOS RNAs NÃO CODIFICANTES EM CÉLULAS OSTEOBLÁSTICAS DERIVADAS DO TECIDO ADIPOSO., BP.TT
Assunto(s):Metabolismo ósseo  Células-tronco mesenquimais  Hormônios tireóideos  Endocrinologia  Estrógenos  Osteoblastos 

Resumo

O tecido ósseo é extremamente complexo e regulado por fatores sistêmicos e locais. Apresenta uma considerável atividade metabólica envolvendo a remoção do osso mineralizado pelos osteoclastos seguido pela formação da matriz óssea pelos osteoblastos. A associação de T3 e E2 pode levar a uma resposta complexa à atividade do tecido ósseo sendo que o T3 possui efeito tanto sobre a reabsorção como na formação óssea e o E2 em baixo nível pode levar a osteoporose e no estado normal garante a supressão de citocinas como RANK, RANKL e OPG que participam ativamente no remodelamento ósseo. Dessa forma, muitos estudos têm sido realizados com o objetivo de verificar a ação hormonal sobre o metabolismo ósseo. Entre essas pesquisas têm sido isolada células tronco mesenquimais a partir do tecido adiposo humano e diferenciadas em osteoblastos. Esse fenômeno da diferenciação celular pode ser iniciado por diversos fatores incluindo a expressão de alguns genes específicos a vários mecanismos reguladores da expressão gênica como os RNAs não codificantes small non-codingRNAs) - microRNAs (miRNAs) e smal interferingRNAs (siRNA). Desse modo, identificar os small RNAs comprometidos com a diferenciação osteoblástica a partir do sequenciamento quantitativo do transcriptoma pode levar a respostas mais complexas no metabolimos ósseo. Assim, o presente estudo permite analisar o processos de diferenciação dos osteoblastos e o perfil do transcriptoma na progressão à osteoclastogênese estimulada pelo hormônio tireoidiano e estrógeno, além de identificar smallRNAs com potencial aplicação para reversão ou manutenção desses processos, numa área extremamente eminente dentro da biologia óssea. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CASTRO OLIMPIO, REGIANE MARQUES; FONTES MORETTO, FERNANDA CRISTINA; DE SIBIO, MARIA TERESA; DE OLIVEIRA, MIRIANE; MATHIAS, LUCAS SOLLA; GONCALVES, BIANCA MARIANI; DEPRA, IGOR CARVALHO; TILLI, HELENA PAIM.; RODRIGUES, BRUNA MORETTO; SARAIVA, PATRICIA PINTO; MARIA, DURVANEI AUGUSTO; NOGUEIRA, CELIA REGINA. The importance of estrogen for bone protection in experimental hyperthyroidism in human osteoblasts. Life Sciences, v. 231, AUG 15 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.