Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabelecimento de um bioprocesso para a propagação de células-tronco mensenquimais provenientes de tecido adiposo

Processo: 14/03324-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2015 - 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:João Tadeu Ribeiro-Paes
Beneficiário:João Tadeu Ribeiro-Paes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Pesq. associados:Aldo Tonso ; Edislane Barreiros de Souza ; Eutimio Gustavo Fernández Núñez ; Rondinelli Donizetti Herculano
Assunto(s):Células-tronco  Bioprocessos  Tecido adiposo 

Resumo

As células tronco mesenquimais (CTM) constituem uma subpopulação de células estromais, multipotentes, que apresentam aspecto fibroblastóide, com marcadores de superfície característicos, aderência à superfície plástica dos frascos de cultura e, sob condições específicas de indução, potencial de diferenciação em osso, cartilagem e tecido adiposo. O emprego das CTM tem sido considerado como uma alternativa terapêutica potencialmente promissora em diversos estudos pré-clínicos e clínicos. O grande interesse nas CTM para a terapia celular deve-se a uma série de características tais como, facilidade de obtenção, sendo pouco imunogênicas, podendo ser empregadas em transplantes alogênicos e podem ser obtidas de vários tipos de tecidos. Há, atualmente, mais de 200 ensaios clínicos envolvendo a utilização de CTM em diferentes condições patológicas, que vão desde imunomodulação até regeneração e reparo de lesões teciduais. Embora a medula óssea tenha sido o primeiro órgão identificado como fonte de CTM's, outros órgãos e tecidos tem sido apontados como fontes potenciais dessas células, como do cordão umbilical, placenta, fígado, rim e, sobretudo, mais recentemente, o tecido adiposo. Entre os desafios chaves das tecnologias de expansão e coleta de células-tronco encontram-se a retenção dos principais atributos celulares qualitativos com relação à identidade, potência, pureza e segurança. Em função destes aspectos, busca-se com este projeto estabelecer e padronizar um bioprocesso para a multiplicação de células-tronco mesenquimais provenientes de tecido adiposo que possa ser escalonado em condições de boas práticas de produção farmacêutica, utilizando com base a tecnologia de cultura em microcarregadores em biorreator tipo tanque com agitação mecânica e aeração. Será também, desenvolvido um sistema de monitoramento para o metabolismo e a diferenciação celular baseado na espectroscopia infravermelha próxima combinada com técnicas multivariadas de análise de dados. Paralelamente, as culturas celulares de CTM provenientes do tecido adiposo serão monitoradas quanto à integridade genômica, durante todo processo tanto de cultura em placas quanto de culturas e expansão em biorreator. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIMAO, VINICIUS AUGUSTO; EVANGELISTA-RIBEIRO, CAETANO PEDRO; BRAND, HELOISA; LAGASS-PEREIRA, LOUGAN; MARQUE, LAIS FERNANDA; BENITES-AOKI, PEDRO HENRIQUE; DA SILVEIRA-ANTUNES, ROSELI NUNES; TONSO, ALDO; RIBEIRO-PAES, JOAO TADEU. Metabolic and proliferation evaluation of human adipose-derived mesenchymal stromal cells (ASC) in different culture medium volumes: standardization of static culture. BIOLOGICALS, v. 62, p. 93-101, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.