Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do envelhecimento magnético e das inclusões nas propriedades magnéticas dos aços para fins eletromagnéticos aplicados em altas frequências

Processo: 15/15559-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2015 - 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Fernando Jose Gomes Landgraf
Beneficiário:Fernando Jose Gomes Landgraf
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Adriano Alex de Almeida
Assunto(s):Aço elétrico  Tratamento térmico  Propriedades magnéticas  Envelhecimento magnético  Domínio magnético 

Resumo

Os aços elétricos atualmente produzidos são materiais que tiveram seu desenvolvimento e produção baseados na aplicação em frequências de excitação de 50 e 60 Hz. As propriedades microestruturais, antes ótimas, tornam-se deletérias quando este aço é aplicado em frequência de 400 Hz, tipicamente utilizadas em carros híbridos e elétricos. Este projeto de pesquisa tem como objetivo testar a hipótese de que a presença de inclusões e carbonetos gerados por envelhecimento forçado reduzam a perda anômala (Pa), quando o aço é aplicado em altas frequências de excitação. Esta hipótese é baseada na interação entre partículas e paredes de domínio. Para testá-la, o projeto utilizará dois aços de grão não orientado contendo 340 e 79 ppm C denominados como GNO-340 e GNO-079, respectivamente. Para tal, o aço GNO-340 será descarbonetado com o intuito de produzir amostras com 100 e 200 ppm C. Posteriormente as amostras geradas na descarbonetação e como recebido (GNO-079) serão submetidas ao tratamento térmico de envelhecimento forçado em 3, 12 e 24 horas a 150°C com objetivo de promover a precipitação de carbonetos épsilon (µ) e cementita. Portanto, é esperado que a presença destes carbonetos e das inclusões dificultem a movimentação das paredes de domínio causando redução da perda anômala. Desta forma, espera-se que este decréscimo de Pa seja mais acentuado mediante o aumento da frequência de excitação, devido ao refinamento dos domínios magnéticos. Assim, o envelhecimento magnético deverá ser capaz de promover redução da perda total, uma vez que a perda anômala é a parcela mais sensível ao aumento de frequência de excitação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA, ADRIANO A.; PAOLINELLI, SEBASTIAO C.; LANDGRAF, F. J. G. Effect of the Silicon Content on the Hysteresis Loss of Non-Oriented Steels. IEEE Transactions on Magnetics, v. 55, n. 8 AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
DE ALMEIDA, ADRITUTO ALEX; GOMES LANDGRAF, FERNANDO JOSE. Magnetic Aging, Anomalous and Hysteresis Losses. MATERIALS RESEARCH-IBERO-AMERICAN JOURNAL OF MATERIALS, v. 22, n. 3 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.