Busca avançada
Ano de início
Entree

VIII jornadas de História da Arte: coleções, arquivos e narrativas

Processo: 15/09387-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 10 de novembro de 2015 - 13 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Pesquisador responsável:Angela Brandão
Beneficiário:Angela Brandão
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Museus  Narrativa  História da arte  Arquivos  Coleções 

Resumo

O Centro de Restauración Crea, o Museo Histórico Nacional e a Universidad Adolfo Ibánez, importantes instituições chilenas, propuseram-se, desde 2003, a somar esforços para promover a pesquisa, reflexão e difusão no âmbito da História da Arte, fomentando reuniões de especialistas e publicação de textos especializados. Como materialização deste propósito geral surgiram as Jornadas de Historia del Arte, cujo principal objetivo é gerar uma instância de encontro e discussão para aqueles que se dedicam ao estudo da arte a partir de diferentes disciplinas, recolhendo variadas contribuições em torno de uma unidade temática. A incorporação da UNIFESP como coorganizadora, nas VII Jornadas de História del Arte em Valparaíso, Chile, em 2014, permitiu consolida-las projeta-las internacionalmente e somar novos desafios. Com um ritmo que até então mantinha-se bianual, a partir de 2015, as Jornadas serão realizadas anualmente, alternando-se como sedes do encontro as cidades de São Paulo e Valparaíso. As VIII Jornadas de História da Arte: Coleções, Arquivos e Narrativas são um convite aos pesquisadores a apresentar trabalhos que permitam refletir sobre as coleções artísticas em suas diferentes concepções; sobre os arquivos como abrigos da trama de documentação e fontes escritas na qual se enredam as obras de arte e sobre a escrita da história da arte como narrativa ou negação da narrativa. Enfim, trata-se de uma proposta de discutir a disciplina da história da arte, o fazer e as tarefas do historiador da arte e das instituições que abrigam o fenômeno artístico, sua materialidade e sua textualidade. Propõem-se algumas áreas de especial interesse como: mecenato, colecionismo, museus, arte e documentos escritos, a produção historiográfica e a crítica de arte. Sem esquecer a preferência das Jornadas por trabalhos que atendam à compreensão das obras, busca-se nesta oportunidade reunir investigações acerca das coleções, acervos, museus e arquivos e suas relações com a história da arte. (AU)