Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo n.° 2011/23236-4: sistema automático de sequenciamento de proteínas e peptídeos, modelo PPSQ-33A e acessórios

Processo: 15/02506-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de dezembro de 2015 - 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Suely Vilela
Beneficiário:Suely Vilela
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/23236-4 - Toxinas animais nativas e recombinantes: análise funcional, estrutural e molecular, AP.TEM
Assunto(s):Toxicologia  Sequência de aminoácidos  Ligação proteica  Peptídeos  Proteínas 
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

O sequenciador automático de proteínas/peptídeos é um equipamento que tem por função identificar os aminoácidos que compõem a estrutura primária de proteínas e também de peptídeos. Esta identificação se dá através da região N-terminal da proteína por meio da degradação de Edman e identificação dos PTH-aminoácidos. É um equipamento essencial para laboratórios que trabalham com identificação e caracterização bioquímica de proteínas e peptídeos, que é o caso do laboratório de toxinologia da FCFRP-USP. Este é um equipamento básico para a sobrevivência dos projetos de pesquisa do referido laboratório, dentro dos tempos exigidos pelas agências de fomento e da pós-graduação. Não há mais condições de atender a demanda do referido laboratório sem o sistema de sequenciamento de proteínas e peptídeos pelo método de Edman. Todas as proteínas isoladas precisam ser submetidas à análise do sequenciador para serem caracterizadas quanto a sua sequência aminoterminal, o que definirá se a proteína é nova ou se já foi identificada e caracterizada de acordo com a literatura existente. Por outro lado, é a partir destes dados que serão direcionados os experimentos de caracterização funcional. A partir do sequenciamento N-terminal e da clivagem química ou enzimática da proteína, com posterior sequenciamento dos resíduos de aminoácidos pode-se determinar a sequência primária da proteína, que é um dado fundamental para a realização de outros experimentos como a cristalografia, a modelagem molecular, entre outros. Precisamos determinar com rapidez a sequência aminoterminal das proteínas/peptídeos para direcionar os experimentos das caracterizações bioquímica e funcional das mesmas. O equipamento será disponibilizado para a prestação de serviços para a realização de sequenciamento de proteínas e peptídeos para pós-graduandos da FCFRP e das demais unidades do campus bem como a pesquisadores externos. É raro o laboratório que possui este equipamento e por isso será de grande utilidade para vários laboratórios que trabalham com proteínas e peptídeos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.