Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de um curso de gerenciamento de estresse sobre percepção do estresse, empatia e marcadores inflamatórios em graduandos de um curso de medicina

Processo: 15/10854-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2015 - 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Pesquisador responsável:Karina Pavão Patrício
Beneficiário:Karina Pavão Patrício
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Emmanuel de Almeida Burdmann ; Fernanda Martin Catarucci ; Talita Cardoso Rossi
Bolsa(s) vinculada(s):17/02524-8 - Efeitos de um curso de gerenciamento de estresse sobre percepção do estresse, empatia e marcadores inflamatórios em graduandos de um curso de medicina, BP.TT
16/00418-3 - Efeitos de um curso de gerenciamento de estresse sobre percepção do estresse, empatia e marcadores inflamatórios em graduandos de um curso de medicina, BP.TT
Assunto(s):Estresse  Estudantes de medicina  Empatia  Meditação  Marcadores inflamatórios 

Resumo

RESUMO: O curso de graduação em Medicina expõe os seus alunos a estresse significativo, com consequências no aprendizado, na motivação e no contato com pacientes, colegas e professores, na qualidade de vida, entre outros. Podendo desencadear a síndrome de esgotamento, problemas na esfera da saúde mental, outras patologias ou agravar as já existentes. O desenvolvimento de estresse psicológico associa-se a alterações nos componentes do sistema inflamatório. A presença de estresse e depressão causa prejuízo da empatia nos graduandos de medicina. Técnicas de meditação e medicina integrativa vêm sendo utilizadas com o objetivo de diminuir os níveis de estresse e aumentar a empatia em estudantes e profissionais da área da saúde, incluindo estudantes de graduação em medicina e médicos. Além de melhorar e diminuir a percepção de estresse e aumentar a empatia, estas técnicas são associadas à diminuição de fatores inflamatórios sistêmicos naqueles que as praticam ou recebem. Este estudo visa avaliar e compreender os efeitos de exercícios de respiração, de exercícios de vivências interpessoais e da meditação sobre a percepção do estresse, a empatia e marcadores inflamatórios de estudantes de graduação em Medicina. (AU)