Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de anticorpos monoclonais murinos contra antígenos associados à metástase de células tumorais prostáticas por imunização subtrativa

Processo: 14/23738-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2015 - 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Andrei Moroz
Beneficiário:Andrei Moroz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Pesq. associados:Ana Marisa Fusco Almeida ; Athanase Billis ; Elenice Deffune ; Marcel Otavio Cerri ; Maria José Soares Mendes Giannini ; Sérgio Luis Felisbino ; Wagner José Fávaro
Assunto(s):Neoplasias da próstata  Anticorpos monoclonais  Imunização  Biofármacos 

Resumo

O câncer de próstata (CaP) é o câncer mais diagnosticado e a segunda causa de mortes por câncer entre os homens na América e nos países da Europa Ocidental. No Brasil, o número de novos casos de CaP estimado para o ano de 2014 foi de 68.800. A forma mais letal do CaP é aquele resistente a castração (CPRC), para o qual os tratamentos disponíveis conferem sobrevida média de 24 meses, mas não há terapias curativas efetivas para os estágios avançados. Por isso, tratamentos adjuvantes associados aos tratamentos de quimioterapia e radioterapia têm grande importância, e dentre eles se destaca à imunoterapia, que faz uso de anticorpos monoclonais, ferramentas que também tem importante papel para o diagnóstico e estadiamento da doença. Neste sentido, este projeto tem por objetivo a produção e caracterização de um painel de anticorpos monoclonais murinos diferencialmente dirigidos contra células tumorais prostáticas humanas. Estes anticorpos, depois de produzidos, serão testados em blocos de tecidos tumorais prostáticos, armazenados em serviço de patologia, com a finalidade de se comprovar a sua utilidade diagnóstica e de estadiamento. Futuramente, as possíveis atividades antitumorais diretas ou imuno-mediadas poderão ser investigadas. Após a caracterização e descrição das proteínas alvo destes anticorpos produzidos, será possível patentear o clone, gerando anticorpos nacionais inéditos, que podem auxiliar no diagnóstico e estadiamento do câncer de próstata. Além disso, anticorpos com atividade antitumoral podem, no futuro, ser humanizados e utilizados em imunoterapia contra o câncer de próstata. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE ALMEIDA, RODRIGO; NAKAMURA, CECILIA NAOMI; DE LIMA FONTES, MARINA; DEFFUNE, ELENICE; FELISBINO, SERGIO LUIS; KANENO, RAMON; FAVARO, WAGNER JOSE; BILLIS, ATHANASE; CERRI, MARCEL OTAVIO; FUSCO-ALMEIDA, ANA MARISA; MENDES GIANNINI, MARIA JOSE; MOROZ, ANDREI. Enhanced immunization techniques to obtain highly specific monoclonal antibodies. mAbs, v. 10, n. 1, p. 46-54, 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.