Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação clínica de facetas laminadas de dissilicato de lítio com a utilização da tecnologia CAD/CAM

Processo: 15/01436-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ana Flávia Sanches Borges
Beneficiário:Ana Flávia Sanches Borges
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Pesq. associados:Heitor Marques Honório ; José Henrique Rubo ; Linda Wang
Assunto(s):CAM  Dissilicato de lítio 

Resumo

O objetivo dessa pesquisa é avaliar o desempenho clínico de facetas laminadas de cerâmica reforçadas com dissilicato de lítio, comparando dois métodos diferentes, as facetas produzidas por fresagem com o CEREC inLab pelo sistema CAD/CAM (IPS e.max CAD) com a técnica prensada de pastilhas injetáveis (IPS e.max Press), em um período de 6, 12 e 24 meses de avaliação. Serão selecionados 80 pacientes com a necessidade para facetas nos dentes anteriores, entre caninos, com um mínimo de 2 e máximo de 6 facetas por paciente, confeccionadas de acordo com duas técnicas de processamento diferentes. Os pacientes serão distribuídos aleatoriamente nos grupos: E.MAX CAD - Impressões digitais com scanner inEos Blue com aplicação do pó de dióxido de titânio, seguido por fresagem de blocos IPS e.max CAD (Ivoclar, Liechtenstein) para CEREC inLab (Sirona) e E.MAX PRESS - Confecção das facetas cerâmicas de dissilicato de lítio IPS e.max Press (Ivoclar, Liechtenstein) com a utilização de pastilhas injetáveis, seguindo as normas e as indicações do fabricante. As facetas serão pontuadas a partir dos critérios da USPHS (United States Public Health Service), para os critérios: adaptação marginal, alteração de cor, descoloração marginal, fratura da restauração, fratura do dente, desgaste da restauração, desgaste do antagonista, presença de cáries e sensibilidade pós-operatória. As taxas de sucesso e sobrevivência serão estimadas com base na análise Kaplan-Meier considerando um intervalo de confiança de 95%. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.