Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do azeite da polpa e do chá das folhas do abacate da variedade Hass associado à atividade física no tratamento da obesidade induzida por dieta hiperlipídica

Processo: 15/13320-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Mário Roberto Maróstica Junior
Beneficiário:Mário Roberto Maróstica Junior
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Estresse oxidativo  Atividade física  Compostos bioativos  Inflamação  Abacate  Obesidade 

Resumo

Associada a um grande número de doenças, a obesidade, está diretamente relacionada com o desenvolvimento de desordens metabólicas e endócrinas que apresentam consequências graves como a resistência periférica a insulina, diabetes tipo 2 e esteatose hepática não alcoólica. Setenta e uma espécies medicinais de plantas são popularmente utilizadas por brasileiros para o tratamento de doenças relacionadas com a obesidade. A folha de abacate é uma dessas plantas medicinais que contém compostos bioativos, como os flavonóides, que são capazes de diminuir o quadro inflamatório subclínico na obesidade de modo a melhorar a ação da insulina na diabetes tipo 2. O azeite da polpa do abacate, apesar de comercializado no século XXI, apresenta registros dos efeitos positivos na saúde humana com potencial para reduzir os efeitos da esteatose hepática não alcoólica , por conter carotenóides, fitosteróis e ácidos graxos monoinsaturados em quantidade superior ao do azeite de oliva. Compostos bioativos de plantas e de azeites são importantes no tratamento da obesidade e suas comorbidades. Adicionalmente, uma dieta equilibrada associada à atividade física potencializam efeitos benéficos e ajudam na recuperação metabólica promovendo redução de peso, melhora do quadro inflamatório e oxidativo, melhora a ação da insulina e captação de glicose, além de ser tratamento inicial para esteatose hepática não alcoólica. Dentro desse escopo, o presente trabalho objetiva avaliar o efeito do azeite da polpa, do chá da folha do abacate da variedade Hass e da atividade física na obesidade e na inflamação subclínica em ratos Wistar machos alimentados com dieta rica em gordura desde o desmame até a vida adulta. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BUSCH FURLAN, CIBELE PRISCILA; VALLE, SANDRA COSTA; OSTMAN, ELIN; MAROSTICA, JR., MARIO ROBERTO; TOVAR, JUSCELINO. Inclusion of Hass avocado-oil improves postprandial metabolic responses to a hypercaloric-hyperlipidic meal in overweight subjects. Journal of Functional Foods, v. 38, n. A, p. 349-354, NOV 2017. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.